Quanto ganha um enfermeiro-chefe?

pamzottis
Colaborador do Hora Da Facul
1

Crédito: Photo by Laura James from Pexels

Se você pretende ingressar na área de Enfermagem, é interessante saber um pouco mais sobre a profissão, não é mesmo? Entender como é o cotidiano do enfermeiro, funções gerais, competências necessárias e, claro, ficar por dentro da média salarial dos cargos. Você sabe, por exemplo, quanto ganha um enfermeiro-chefe?

Um levantamento no portal salario.com.br, revelou que um enfermeiro ganha em média R$ 3.390,43 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 38 horas semanais. De acordo com negociações coletivas registradas, o valor médio do piso salarial 2021 para o cargo de enfermeiro no Brasil é de R$ 3.094,41, para uma jornada de trabalho de 38 horas por semana. Vale lembrar que a profissão não tem um piso salarial ou salário mínimo profissional para a categoria. A remuneração dos enfermeiros varia conforme convenções e acordos coletivos firmados entre as representações sindicais de cada estado.

Pra te ajudar a conhecer um pouco mais sobre o dia a dia da profissão, neste post vamos explicar um pouco da rotina de trabalho e qual a formação exigida pra se tornar um enfermeiro-chefe. Inspire-se!

O que é um enfermeiro-chefe?

O enfermeiro-chefe é um profissional da Enfermagem que possui um cargo de liderança e trabalha na gestão de equipes em hospitais, clínicas, centros de tratamento ou até em lares de idosos. Ou seja, desempenha, dentro do processo administrativo, a função de direção e controle de técnicos, auxiliares e atendentes. Em geral, apesar da posição de chefia, também pode desempenhar as mesmas funções que qualquer outro enfermeiro.

De acordo com o site glassdoor, o salário médio nacional de um enfermeiro-chefe é de R$5.868 podendo chegar até R$8 mil, conforme a instituição onde trabalha e o tempo de experiência.

O que um enfermeiro-chefe faz?

Quem ocupa a posição de enfermeiro-chefe tem como escopo de trabalho algumas das atividades listadas abaixo:

  • Distribui e orienta as atividades para a equipe
  • Avalia os cuidados prestados aos pacientes
  • Coordena o atendimento em situações de emergência
  • Presta assistência e auxilia a equipe de enfermagem nos cuidados especiais
  • Orienta e avalia a equipe na utilização de equipamentos, materiais permanentes, roupas, solicitando manutenção e reposição quando necessário
  • Atende ao público e acompanhantes.

Vale destacar que os enfermeiros-chefes também podem ser responsáveis por etapas de processos seletivos. Assim, eles analisam currículos, realizam entrevistas e tem a decisão final para a contratação de novos funcionários.

Qual a formação necessária para alcançar essa posição?

Para se ter sucesso profissional, o conhecimento técnico é fundamental. Por isso, escolher uma boa faculdade ou investir em uma especialização é muito importante. Capriche na escolha da sua instituição de ensino. Opte por uma que oferece a estrutura necessária, tenha uma matriz curricular atualizada e bons professores. Isso fará toda a diferença na carreira!

A princípio, para assumir o cargo de enfermeiro-chefe é exigido apenas a graduação de Enfermagem. Porém quem assume esta posição, geralmente, são pessoas bem preparadas e com anos de experiência. Quanto mais você aprender, melhor será o seu currículo e, principalmente, maior será o preparo. Então, tente ficar por dentro das novidades que aparecem na  sua carreira e, claro, monte seu plano.

Listamos cinco competências fundamentais para quem quer brilhar na carreira de Enfermagem:

  • Empatia: saber se colocar no lugar de outra pessoa é essencial.
  • Comprometimento: mais que cumprir horários e plantões, é preciso ficar de olho nos protocolos e seguir todas as medidas de segurança e atenção à saúde dos pacientes.
  • Trabalho em equipe: um enfermeiro trabalha em parceria com médicos, muitas vezes em mais de uma especialidade, além de técnicos de enfermagem e outros profissionais.
  • Liderança: quem atua como chefe de enfermagem precisa coordenar vários profissionais. É necessário respeitar as qualidades e as limitações de cada profissional que compõe sua equipe.
  • Inteligência emocional: é indispensável para saber lidar com as situações difíceis pelos quadros dos pacientes.

Quais outros cargos pagam os melhores salários na Enfermagem?

Conforme o site guiadacarreira.com.br, os cargos que pagam melhores salários são aqueles que envolvem gestão de equipes ou especialização em alguma área da Enfermagem. Veja algumas médias salariais distribuídas pelos cargos mais comuns:

  • Gerente de Enfermagem: R$ 7.662
  • Enfermeiro Nefrologista: R$ 4.144
  • Coordenador de Enfermagem: R$ 4.028
  • Enfermeiro Obstetra: R$ 3.718
  • Enfermeiro de UTI: R$ 3.381
  • Enfermeiro de Centro Cirúrgico: R$ 3.259
  • Enfermeiro do Trabalho: R$ 3.207

Quais as áreas que mais contratam na Enfermagem?

Agora que você já sabe qual é o salário de um enfermeiro-chefe e de outras especialidades da enfermagem, trouxemos também algumas áreas que mais contratam profissionais.

  • Enfermeiro Nefrologista: desempenha suas atividades em hospitais e clínicas que fazem o atendimento à pessoas com problemas renais. Pode atuar  ainda em clínicas de hemodiálise e prestar assistência em residência de pacientes com complicações nos rins.
  • Urgência e Emergência com Ênfase em Cardiologia: tem especialidade na área de urgência e emergência, e para isso precisa ter habilidades para prestar atendimento inicial a pacientes críticos.
  • Professor de Técnicas de Enfermagem: é necessário fazer um curso de especialização em docência.
  • Enfermagem Pediátrica: atua na atenção à criança entre 0 e 15 anos. Realiza visitas em pré-escolas, escolas de ensino básico, fundamental e médio, e até mesmo nas casas de suas famílias.
  • Enfermeiro Obstetra: auxilia no parto de crianças, acompanhando o médico desde os momentos iniciais até o nascimento do bebê.

Independente da área que você queira seguir ou do cargo, esteja sempre aberto a formar conexões com professores, colegas de classe ou outros profissionais. Dessa forma,  você terá mais chance de ficar por dentro de oportunidades exclusivas. Ter uma boa rede de contatos é um ótimo caminho para o sucesso.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4.8 / 5. Contagem: 17

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.