Quanto ganha um farmacêutico hospitalar?

Beatriz Scotti
Colaborador do Hora Da Facul
1

Para começar, vamos deixar claro que, trabalhar com farmácia é para aqueles que gostam de química. Ou seja, aqueles que gostam de entender como os medicamentos atuam. Se esse é o seu caso, e você está pensando em fazer uma faculdade de Farmácia, por isso, quer saber quanto ganha um farmacêutico hospitalar, você está no lugar certo.

Reunimos informações específicas sobre o curso de Farmácia e onde o profissional pode atuar. Principalmente, com foco no farmacêutico hospitalar.

Sendo assim, para te ajudar, vamos às informações importantes sobre a profissão, como se tornar um e sobre o quanto ganha um farmacêutico hospitalar.

Como se tornar um farmacêutico hospitalar?

Para se tornar um farmacêutico hospitalar o profissional precisa, antes de tudo, ser formado no curso de Farmácia. Porém, é muito importante que seja um curso reconhecido pelos órgãos competentes, para ele ser válido.

Sendo assim, fizemos uma seleção de algumas das faculdades reconhecidas que oferecem o curso, e pelas quais você pode se interessar:

No entanto, além de oferecerem o curso na modalidade presencial, muitas dessas faculdades também o oferecem no modo EAD, ou semipresencial. Sendo assim, se tornam opções ainda mais atraentes para quem não consegue se comprometer, ou não tem como pagar uma faculdade totalmente presencial.

O que se estuda em um curso de Farmácia?

Antecipadamente, precisamos lembrar que o profissional que deseja atuar como farmacêutico hospitalar, precisa primeiro passar pela faculdade de Farmácia.

Por isso, é muito importante saber mais sobre quais são as matérias do curso. Ou seja, o que será estudado ao longo de todos os anos da faculdade.

Com esse fim, fizemos uma lista de quais são as matérias estudadas no curso. Assim, você estará preparado para atuar como farmacêutico:

  • Análise instrumental aplicada à farmácia
  • Análises físico-químicas e microbiológicas de alimentos
  • Análises laboratoriais bioquímicas e hematológicas
  • Assistência farmacêutica
  • Bioquímica aplicada à saúde
  • Biotecnologia e produção de alimentos
  • Ciências morfofuncionais 
  • Citopatologia oncótica
  • Controle de qualidade
  • Cosmetologia
  • Farmácia clínica
  • Farmácia e profissão
  • Farmacognosia
  • Farmacologia
  • Farmacologia dos sistemas
  • Fisiopatologia e farmacoterapia 
  • Fisioterapia
  • Genética médica
  • Gestão de empresas farmacêuticas
  • Gestão, qualidade e segurança do paciente
  • Homeopatia
  • Microbiologia básica
  • Pensamento científico
  • Psicologia aplicada à saúde
  • Química analítica
  • Química farmacêutica e planejamento de fármacos
  • Química geral
  • Química orgânica aplicada à farmácia
  • Relações parasitas e hospedeiros
  • Saúde pública
  • Tecnologia farmacêutica
  • Toxicologia

Registro de farmacêutico hospitalar

Além de ser formado no curso de Farmácia, existem algumas outras exigências a serem cumpridas para poder exercer a profissão. Seja como farmacêutico hospitalar, ou qualquer outra função na área.

Entretanto, como já dito, é obrigatório que o profissional seja formado em um curso reconhecido pelos órgãos competentes, que no caso é o MEC (Ministério da Educação). Todos os cursos de bacharelado em Farmácia indicados acima possuem boas avaliações junto ao órgão. Porém, se quiser mais informações ou saber sobre outros cursos, basta acessar o site do ministério para mais informações.

Além disso, a profissão de farmacêutico, é regulada por um órgão próprio. Sendo assim, desde 1931, além do diploma reconhecido, também é obrigatório obter o registo junto ao Conselho Regional de Farmácia.

O que faz um farmacêutico hospitalar?

Eventualmente, entre as diversas funções que um profissional formado em um curso de graduação em Farmácia pode atuar, podemos destacar alguns como:

  • Hospitais
  • Farmácias
  • Drogarias
  • Indústrias alimentícias
  • Indústrias de medicamentos e cosméticos
  • Órgãos públicos
  • Fiscalizadores 

Sendo assim, o profissional que escolhe trabalhar em um hospital, é conhecido, então, como farmacêutico hospitalar. Seja como for, o Conselho Federal de Farmácia registra um total de 135 especialidades nas quais um profissional do ramo pode atuar.

O farmacêutico hospitalar, é uma dessas especialidades, e como o próprio nome já diz, trabalha atuando em hospitais. No entanto, existem as mais diversas e variadas funções e atividades que podem ser exercidas por um farmacêutico no âmbito hospitalar.

Portanto, vamos listar algumas das atividades e funções que um farmacêutico hospitalar exerce no seu dia a dia, para você conseguir identificar se isso tem a ver com o que você busca. Ou seja, nosso objetivo aqui é te ajudar a decidir se essa é a função certa para você.

  • Validar produtos, processos, áreas e equipamentos;
  • Identificar reações adversas e interações medicamentosas;
  • Implementar ações de fármaco-vigilância;
  • Participar de ações de promoção da saúde e prevenção de doenças;
  • Gerenciar documentação;
  • Avaliar conformidades de produtos e equipamentos;
  • Estabelecer critérios e sistemas de dispensação;
  • Preparar amostras;
  • Determinar descarte de produtos;
  • Realizar consulta farmacêutica;
  • Controlar qualidade de produtos e serviços farmacêuticos;
  • Gerenciar armazenamento, distribuição e transporte de produtos farmacêuticos;
  • Coordenar política de assistência farmacêutica;
  • Desenvolver produtos e serviços farmacêuticos;
  • Realizar análises (clínicas, toxicológicas, físico-químicas, biológicas, microbiológicas e bromatológicas).

Quanto ganha um farmacêutico hospitalar?

Bom, finalmente, vamos à informação que te trouxe até aqui – quanto ganha um farmacêutico hospitalar? Conforme o site Vagas.com, um profissional que trabalha no cargo de farmacêutico hospitalar ganha entre R$2.916,00 e R$4.211,00.

Sobretudo, como as demais profissões, o salário de um profissional formado na graduação de Farmácia pode variar de acordo com diversos fatores, como o tempo de serviço, a experiência e principalmente a demanda pelo serviço podem fazer o valor aumentar ou diminuir. Atualmente, o teto salarial registrado para a função é de R$7.377,84. Porém, existem cidades e cargos em que o salário pode ser muito superior a esse, chegando quase ao dobro do teto médio brasileiro para a função.

Atualmente, uma dica de ouro, quando se pensa em melhorar o salário, é a de continuar sempre aprendendo. Existem diversos cursos, pós-graduações e mestrados que podem ser feitos na carreira de um farmacêutico, para ajudá-lo a se especializar na área que mais gostar e também melhorar seu salário.

Por fim, separamos algumas outras matérias aqui do site que podem ser do seu interesse, caso você realmente esteja pensando em seguir a profissão de farmacêutico.

Quanto ganha um farmacêutico no Brasil?

Bolsa de estudos em Farmácia: como conseguir a sua?

Como são os primeiros anos em Farmácia?

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.