Quanto ganha um psicólogo concursado?

Ana Cláudia Andrade Oliveira
Formada em Letras, Pedagogia, especialista em Neurociências e em produção de conteúdo Web.

Crédito: Foto de RODNAE Productions no Pexels.

Se você tem interesse na carreira de psicólogo e está em dúvida sobre a realidade do mercado para esse profissional, esse artigo busca sanar suas dúvidas. A realidade é que a psicologia é uma área extremamente plural, com múltiplas facetas e uma profissão com diferentes atuações e métodos.

Há uma ideia geral de que o profissional formado em psicologia é preso para atuar apenas em consultório particular. Um senso comum que, de maneira alguma, representa a realidade. O psicólogo, de fato, pode trabalhar no âmbito particular, mas a gama de possibilidades de se inserir em outros campos é enorme. Podendo atuar na carreira militar e também na área pública, por intermédio de concurso.

Antes de mais nada, uma coisa é certa: a carreira na psicologia é concorridíssima. O Conselho Federal de Psicologia (CFP) em infográfico online, mostra que há um total de 398.227 psicólogos no Brasil no ano de 2021. 

A nota mais alta de corte, no curso de Psicologia, no SISU de 2020 foi de 845.54 na Universidade Federal Do Maranhão (UFMA), enquanto a mais baixa foi de 655.02 na Fundação Universidade Federal Do Tocantins (UFT). A média, de acordo com o QueroBolsa foi de 725.17.

O curso de psicologia

À princípio, o estudante que opta por cursar psicologia tem seu diploma – em média – em cinco anos. A psicologia é uma área das Ciências Humanas que, no geral, se propõe a estudar não apenas o comportamento humano externo, mas seu âmago. Busca compreender para então agir. O profissional formado pode se focar na área clínica, ou também na pesquisa, por exemplo.

Se você quiser a experiência prática relatada por uma aluna já quase formada em Psicologia, o G1, em seu portal online, entrevistou algumas alunas do curso de Psicologia em 2017. Giulia Longo, que na época cursava o último semestre na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, contou ao portal sobre a pluralidade dos assuntos estudados durante toda a graduação: “A gente vê bastante conteúdo de biologia, principalmente de neurologia e de genética. Então é bom ter interesse por esses assuntos. O curso envolve também a parte de geopolítica, já que na psicologia sócio-histórica a gente pensa em grupos de seres humanos. E até exatas aparecem: tem dois períodos de estatística. Essa parte é um caos para quem não gosta de matemática, mas nada que vá te reprovar”

Ainda mais, é possível cursar essa graduação presencialmente ou no formato EAD, em instituições públicas ou privadas. O preço da mensalidade pode variar de forma exponencial dependendo da instituição. De acordo com o Guia da Carreira, a mensalidade da PUC-SP de Psicologia é de R$ 3.650,00.

É claro, o ingresso na graduação também pode ser feito por intermédio de programas de bolsas e financiamento do governo, como o FIES e o Prouni. Não somente, em faculdades públicas há o ingresso pelo SISU e algumas poucas que aplicam vestibular próprio, como a UERJ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Psicologia no mercado de trabalho

No ano de 2018 o portal do G1 divulgou os dados de uma pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) em colaboração com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Nele, foi mostrado que o número de 20% representava, naquele ano, os psicólogos no Brasil que exerciam seu trabalho como funcionários públicos.

No mercado, existem áreas pouco conhecidas ou mal interpretada pelas pessoas no geral, confira alguns exemplos na sequência: 

  • Psicologia Clínica

A área da psicologia clínica, na verdade, é aquela mais conhecida. É a área de atendimento ao paciente. Uma área plural, com diversas demandas, onde cada quadro clínico se diferencia e tem uma diferente abordagem. O profissional pode trabalhar de forma mais flexível, onde o trabalho é baseado por demanda. Existem diversos fatores acerca desta especialização, como o valor cobrado pelo psicólogo por consulta e as horas exercidas. 

  • Psicologia Jurídica

Em crescimento não só no Brasil mas por todo o mundo, a psicologia jurídica é aquela responsável por aplicar os saberes do profissional no âmbito jurídico. Pode se manifestar em análise comportamental de vítimas e infratores, no amparo de atores jurídicos e até mesmo em perícia. É uma área vasta com concursos públicos relevantes.

  • Psicologia Militar

Os psicólogos inseridos nas Forças Armadas podem ser responsáveis pelo auxílio dos militares de sua unidade, como também podem atuar em pesquisas. Frequentemente lidam com situações de pós-trauma e de gerenciamento e apoio emocional. O estudante ou já graduado em psicologia precisa estar aberto à vida militar e suas demandas. O ingresso também é realizado por intermédio de concursos.

Afinal, quanto ganha um psicólogo concursado?

A primeira vista, os benefícios para um concursado público, além do salário, também incluem planos de saúde e até auxílio-creche. Dependendo do órgão que o funcionário público esteja exercendo sua profissão.

Há cursos regionais com uma menor concorrência, quanto à âmbito nacional, onde há a possibilidade do aprovado ser movido para um outro lugar onde exista necessidade.

De acordo com o portal Próximos Concursos, além das disciplinas básicas que são demandadas em concursos públicos, existem aquelas específicas do curso. Por exemplo: Psicologia Clínica; Psicologia da Saúde; Desenvolvimento psicológico; Psicopatologias; Saúde mental; Funções psíquicas e suas alterações; Avaliação psicológica; Psicologia organizacional e do trabalho; Documentos psicológicos; Código de Ética; Psicanálise e Psicologia do Desenvolvimento.

O salário

Além de cargos que necessitam especificamente de conhecimentos da área da Psicologia, os profissionais com esse diploma podem se aplicar para concursos que abrangem outros cursos também. Como é o caso do cargo de Analista Judiciário, que atua em Tribunais pelo país de forma especializada. No TJ RJ, o salário em 2019 de um Analista Judiciário foi previsto em R$ 7.603,89.

Na realidade, o salário de um concursado depende muito para qual órgão, função e localidade o candidato se aplicará. Na área da educação, os professores com pós-graduação podem ganhar até 12 mil reais. Em prefeituras menores, a faixa se apresenta em torno de 2 mil reais. Enquanto na área militar, há uma média de 4 a 5 mil reais. Em geral, psicólogos concursados acabam tendo vantagens de salário àqueles que optaram por não seguir neste caminho, claro, há exceções.

Enfim, para ficar antenado nos concursos públicos do campo, é possível o acompanhamento em diversos portais. Bem como sites e perfis em redes sociais que atuam justamente notificando o futuro concurseiro. É importante se atentar aos editais e datas, sendo elementos cruciais na vida de um estudante.

Se você ainda está se decidindo sobre qual área seguir dentro da psicologia, confira as principais áreas possíveis.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.