Veja quanto ganha um fisioterapeuta dermato funcional

Tailane Paulino
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Foto: Polina Tankilevitch do Pexels

Quanto ganha um fisioterapeuta dermato funcional e, principalmente, como está a abertura do mercado de trabalho brasileiro para esta área de especialização da fisioterapia? Essas são perguntas importantes para se fazer ao pensar em seguir essa carreira no futuro.

Porém, antes de tudo é preciso saber que a fisioterapia é uma área que oferece inúmeras oportunidades de especialização. A dermato funcional, ou estética, não é só mais uma delas, como é uma das que mais crescem no Brasil.

Para ajudar quem ainda está na dúvida sobre adentrar ou não no ramo, nós preparamos um artigo falando sobre os ganhos médios dos profissionais da área. Além do mais, explicamos um pouco sobre o que esse especialista faz no dia a dia e ainda sobre o mercado de trabalho. Não deixa de conferir!

Quanto ganha um fisioterapeuta dermato funcional?

O salário inicial de um profissional da área de fisioterapia após se especializar em estética – ou dermato funcional, como a especialidade é popularmente conhecida –, de acordo com o site vagas.com.br é de R$ 2.143,00. A média de horas trabalhadas por é de 30 por semana.

Profissionais com mais tempo de atuação podem ganhar até R$ 3.374,00. A média dos salários pagos aos profissionais no Brasil é de R$ 2.747,00. O site Joobydoo informa que o valor pode ultrapassar os R$ 5 mil por mês.

Quanto ganha um profissional autônomo?

Os valores de salários mencionados foram definidos calculando a remuneração paga aos profissionais contratados em regime de CLT. Quando se trata de autônomos, a situação muda e pode haver uma diferença ainda maior.

Porém, com o objetivo de evitar a desvalorização da profissão, o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Intensiva (COFFITO) criou uma cartilha de valorização profissional. Nesse documento ficam determinados os valores mínimos que podem ser cobrados por cada tipo de serviço oferecido por um fisioterapeuta.

A cartilha usa o termo Coeficiente de Honorários Fisioterapêuticos (CHF) para determinar o preço dos serviços. O documento define que atualmente o CHF representa R$ 0,39. No o caso dos especialistas em estética, alguns dos valores são:

  • Consulta (hospitalar ou domiciliar): R$ 58,50
  • Tratamento de queimaduras: entre R$ 39 e R$ 58,50 em clínicas e R$ 81,90 em atendimento domiciliar
  • Problemas com retenção de líquidos: entre R$ 46,80 e R$ 58,50 em clínicas e R$ 81,90 em domicílio
  • Cuidados no pré e pós operatório: R$ 58,50 em clínicas e R$ 81,90 em atendimento domiciliar

Como esses valores são o mínimo que podem ser cobrados no Brasil, eles podem ser maiores em algumas regiões. O valor pode mudar também de acordo com os equipamentos e técnicas utilizados pelo profissional nos procedimentos.

Qual é a média do piso salarial?

O salário de um fisioterapeuta dermato funcional não tem um piso nacional fixo. Isso porque, de acordo com o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), os salários mínimos para a área devem ser definidos pelas Delegacias Regionais do Trabalho (DRT). No caso da dermato funcional, ainda não há resolução sobre.

Isso faz com que os valores variem bastante e seja bem difícil traçar uma linha que determina o valor a ser pago em cada localidade. De maneira geral, é possível se embasar pelo salário de um fisioterapeuta geral, quem tem um piso médio de R$ 2.619,74.

Quais cidades têm o melhor salário?

Como não há uma resolução que determine um piso nacional para a especialidade, os valores são definidos de acordo com o mercado e sofrem bastante variação. Mas, normalmente, as cidades com os melhores salários costumam ser as mais populosas.

O motivo para isso é bem simples, a lei da oferta e demanda. Em locais com mais pessoas existe, consequentemente, um mercado maior para serviços específicos, como é o caso dos cuidados com a beleza. Naturalmente, o público estará mais disposto a pagar um valor maior.

Como ter um salário maior?

Ficou bem claro que a fisioterapia dermato funcional é uma área em crescimento e que oferece inúmeras oportunidades de trabalho, não é mesmo? Mas como garantir um salário maior?

Para isso não há muito segredo. A resposta mais simples é nunca parar de estudar e sempre se manter atualizado no mercado! Um bom profissional do ramo precisa estar a par de todas as principais novidades da área. Apenas assim ele conseguirá oferecer sempre o que há mais moderno e eficaz para os seus pacientes.

Oferecer um bom diferencial é outro ponto que pode aumentar os ganhos financeiros. Atender em casa, estar sempre presente nas redes sociais e oferecer serviços que outros profissionais da região ainda não estão ofertando. Todos esses são meios bem eficazes de atrair e fidelizar clientes. O resultado é poder cobrar a mais pelo trabalho.

O que fisioterapeuta dermato funcional faz?

Agora você já sabe quanto ganha um fisioterapeuta dermato funcional. Mas o que é essa área e o que esse profissional faz, afinal? A fisioterapia dermato funcional tem bastante foco nos cuidados com a pele.

Portanto, o profissional dessa especialidade é capacitado, e autorizado, a realizar tratamentos de prevenção e para amenizar a aparência e o desconforto causado por queimaduras. O especialista ainda pode oferecer auxílio na melhora durante o período pós-operatório, em doenças de pele, cicatrizes, estrias e até obesidade.

Realizar consultas, entrevistas para estabelecer um diagnóstico prévio, consultorias, avaliações físicas e até, eventualmente, prescrever o encaminhamento para outro profissional de saúde, caso necessário. Todas essas são coisas que o fisioterapeuta pode fazer em uma base diária.

Como é o mercado de trabalho?

Nos últimos anos a profissão do fisioterapeuta dermato funcional cresceu bastante, se tornando cada vez mais popular. O resultado é que a demanda por esses especialistas também cresce de maneira proporcional.

Isso traz duas consequências principais. A primeira é a demanda por mão de obra qualificada, devido ao aumento da procura por esse tipo de profissional. Esse processo, naturalmente, também ajuda a aumentar um pouco os salários pagos. A segunda é a atualização ainda mais rápida dos recursos usados, o que acaba criando uma necessidade primordial: sempre se manter atualizado com as últimas tendências.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4 / 5. Contagem: 9

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.