O que são os e-games?

Felipe Cortinas
Comunicador, jornalista, documentariasta e analista de marketing. Especializado em SEO e em estratégias de marketing inbound. Experiência como social media e criação de designs e vídeos em campanhas publicitárias. Gerenciamento de campanhas de Google Ads e SEO Local. Criação de sites e lojas online. Fotógrafo de eventos, videomaker e documentarista.
1

Crédito: e-games-pexels-alexander-kovalev-3977908

Você sabe o que são os e-games? O termo e-games vem do inglês, eletronic games, e quer dizer jogos eletrônicos, que podem ser jogados tanto em celulares quanto em computadores. Desde o início dos jogos, sempre ocorreu algum tipo de competição ou disputa com prêmios, e isso se mantém com os jogos digitais.

Os e-sports, sem dúvidas, popularizaram os jogos eletrônicos como esportes para as famílias. Na verdade, os e-games se tornaram populares graças às grandes competições exibidas para milhões de pessoas mundialmente. Seja através de um celular jogando Free Fire, ou até mesmo em um console de Playstation, os e-games possuem milhões de jogadores ativos – são mais de dois bilhões que se consideram gamers de fato hoje em dia.

Antigamente, as pessoas tinham uma visão menos profissional, os e-games e e-sports nem sempre eram considerados esportes. Eles eram ‘coisa de criança’, mas, com seu grande impacto, as coisas mudaram. De acordo com o site Money Times, a indústria global de games e e-sports faturou cerca de US $162 bilhões em 2020. Apenas em torneios de e-sports o Brasil ganhou R$ 23,7 milhões.

Os e-games e as competições

Além de forma de entretenimento, os e-games também estimulam a competição. Algo que foi popularizado na década de 70 com os arcades, máquinas de jogos eletrônicos com sistema de score, ou pontos, em que elas marcavam os rankings de pontuação das pessoas que ali jogavam. Isso foi mostrado, recentemente, na segunda temporada de Stranger Things da Netflix.

O primeiro campeonato de e-games/e-sports

Ele aconteceu oficialmente nos Estados Unidos em 1972 na Universidade de Stanford. O jogo era o Space Wars e o campeonato tinha um singelo nome de ‘As Olimpíadas Intergaláticas de Spacewar’. A vencedora ganhou a assinatura de um ano da revista Rolling Stone, algo muito diferente dos milhares de dólares que são entregues atualmente às equipes vencedoras.

Games de PC e os e-sports

Você já deve ter visto ou ouvido falar das quase extintas Lan Houses. Por volta dos anos 2000 se iniciou uma cultura gamer assídua. Para aqueles que não sabem, havia uma época em que nem todos tinham acesso à internet de qualidade. Neste cenário, as lan houses tiveram uma função crucial na introdução dos e-sports no Brasil.

Podemos considerar que as lan houses foram o grande marco inicial do cenário de jogos competitivos, onde jovens de todas as idades se reuniam em grupos durante horas em locais cheios de computadores conectados em rede, e pagavam por hora de uso.

Esses locais criavam campeonatos próprios, juntavam os jovens das redondezas em eventos que entregavam premiações. Jogos como Counter Strike, Age of Empires, Ragnarok, The Duel, Warcraft, e outros mais passavam pela sua era de ouro, e assim surgiram os campeonatos mundialmente conhecidos como e-sports.

O que e-sport quer dizer?

O termo é a redução literal para “electronic sports”, ou “esportes eletrônicos”. E são e-games que podem podem ser jogados de maneira competitiva, seja como indivíduo ou equipe. A ideia de competição dos videogames existe desde que os jogos eletrônicos surgiram. Tudo começou com pessoas jogando Space Invaders para ver quem bateria a melhor pontuação nos fliperamas. Os arcades eram lugares onde heróis poderiam ser feitos, pessoas quebravam recordes e se tornaram celebridades locais.

Quando os jogos eletrônicos foram popularizados através dos computadores pessoais, conectados à internet, as pessoas começaram a jogar contra jogadores de outros países sem sair de casa. Isso lançou uma era de ícones internacionais, times e jogadores que poderiam reivindicar ser os melhores do mundo.

A evolução dos e-games

Com o passar do tempo, novos e-games, mais propícios aos e-sports, ganharam espaço e se estabeleceram.

Tanto que, hoje em dia, existem campeonatos de todos os tipos que você pode imaginar:

  • Tiro
  • Estratégia
  • MOBA
  • Corrida
  • Futebol
  • Fórmula 1
  • Lutas

São muitas categorias de jogos que possuem ambientes competitivos. É óbvio que toda essa variedade acaba por despertar o interesse por uma grande quantidade de pessoas, de todas as idades. O fato é que recentemente os e-sports tiveram um grande aumento em suas cifras e passaram a receber bem mais atenção, até mesmo de canais de esportes da mídia tradicional.

O grande interesse do público, somado à boa conexão de internet e à facilidade de acesso para assistir aos campeonatos de e-sports, tornaram um fator de crescimento exponencial e com uma ótima projeção para o futuro.

Twitch e o boom dos e-sports

Um bom exemplo disso é a Twitch, que é a principal plataforma de streaming ou transmissão de e-sports do planeta. Eles possuem cerca de um bilhão de minutos assistidos por mês. O dado foi fornecido pela própria empresa em 2016.

A audiência do campeonato de League of Legends, muito conhecido entre os jovens, saltou de 1,7 milhões de espectadores, em 2011, para 52 milhões de espectadores em 2013. Isso é mais que a audiência das finais de esportes como a NBA e outras ligas famosas como a Copa Libertadores da América. Ou seja, é muita gente que acompanha os e-sports.

Como são os jogadores profissionais de e-games?

Antes, quem se dedicava a jogos, era taxado de antissocial, nerd, ou qualquer outro adjetivo pejorativo que ouvimos falar. Nos tempos de hoje, essas pessoas são verdadeiras celebridades. A Coréia do Sul, por exemplo, foi o país pioneiro nessa super exposição e valorização do e-sport. Lá surgiu o primeiro canal inteiramente dedicado aos e-games.

Além de tudo isso, pelo fato das premiações serem exorbitantes, a preparação dos atletas de e-sport é muito importante. Seu treino não deixa nada a desejar para nenhum desportista. Para se tornar um atleta de sucesso de e-games é preciso muita dedicação e treino, além espírito esportivo, trabalho em equipe, assim como qualquer outro esporte coletivo.

Exemplos de e-games que viraram e-sports conhecidos

Existem muitos e-games que são considerados esportes eletrônicos e têm torneios e prêmios e muitas chances para as pessoas competirem. Se você é um desenvolvedor, pode encontrar uma maneira de tornar seu jogo competitivo, isso pode estender a vida útil de um game consideravelmente.

League of Legends

Um dos mais conhecidos é League of Legends. Lançado em 2009, tem sido apoiado desde então, com competições e torneios pelo mundo. O campeonato mundial de League of Legends atraiu mais de 43 milhões de espectadores online e o prêmio total foi de mais de 6 milhões de dólares.

Overwatch

Os e-sports nem sempre são no estilo MOBA. Um exemplo recente é do e-game Overwatch, que é um jogo de tiro baseado em equipe que ganhou muitos fãs pelo mundo. Produzido pela mesma empresa que criou os jogos Warcraft e Starcraft, conhecida por produzir belos jogos de estratégia e RPG. É um e-game de tiro em primeira pessoa, ou FPS com gráficos incríveis.

Overwatch definitivamente é um bom jogo para se jogar, pelo fato de sua grade e forte comunidade estar bem presente. E também receber elogios por ter bastante representatividade e diversidade. Além de ser um dos jogos mais divertidos para se jogar na atualidade, seu cenário competitivo também é acirrado, com altas cifras nas premiações e investimentos de times tradicionais.

 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 1 / 5. Contagem: 2

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.