Quais são todos os tipos de e-games que existem?

Felipe Cortinas
Comunicador, jornalista, documentariasta e analista de marketing. Especializado em SEO e em estratégias de marketing inbound.Experiência como social media e criação de designs e vídeos em campanhas publicitárias.Gerenciamento de campanhas de Google Ads e SEO Local. Criação de sites e lojas online.Fotógrafo de eventos, videomaker e documentarista.
1

Você sabe o que significam siglas como RPG, FPS e MOBA? Se você é um fã dos e-games, provavelmente sim!

Para quem não está tão ambientado, vamos percorrer alguns dos diferentes tipos e gêneros de e-games que existem, e conhecer quais são os mais jogados.

Confira:

Ainda dá tempo de se organizar em 2021!

 

Preparamos um planner para você não deixar nada passar

FPS – First Person Shooter

Sua tradução do inglês é, basicamente, atirador em primeira pessoa. Os jogos FPS são conhecidos principalmente por possuírem um ritmo rápido de ação em tempo real.

Você vê através dos olhos e enxerga as mãos do personagem, e geralmente você usa elas para usar armas e atirar em outros personagens. É preciso possuir habilidades com o teclado e mouse se quiser ter sucesso em e-games do gênero.

Qual foi o primeiro FPS?

Existe um debate sobre qual e-game foi o primeiro FPS. Mas, um que realmente acertou no tipo de game foi, sem dúvidas, Doom (1997). O jogo também introduziu partidas em multiplayer, em que jogadores se enfrentam simultaneamente – um avanço para a época em que surgiu.

De fato, o formato se tornou tão popular que alguns desenvolvedores não se importam muito com partidas single player, que se joga sozinho, e gastaram tempo e energia nos modos multiplayer.

Alguns exemplos de e-games de FPS incluem:

  1. Battlefield
  2. Call of Duty
  3. Destiny
  4. Far Cry
  5. Halo
  6. Doom

Qualquer um deles te dará uma ótima ideia de como funciona um jogo de FPS e qual a sua essência.

RPG – Role Playing Games

Os e-games de RPG são tipicamente jogos de aventura com personagens e narrativas e, normalmente, incorporam três elementos-chave:

  • Ter uma história principal e as quests: Juntamente com muitas missões paralelas que expandem o jogo.
  • Evolução dos personagens ou leveling: É quando o seu avatar no jogo ganha experiência e libera várias habilidades, seja completando quests ou derrotando inimigos.
  • Gerenciamento de inventário e um sistema de ‘crafting’: O gerenciamento de recursos é essencial para o progresso no mundo destes games. Os itens incluem: armas, armaduras, itens de cura e runas mágicas.

Atualmente, um exemplo perfeito de game do gênero para você conhecer é a franquia The Witcher. Especialmente a terceira edição ‘Wild Hunt’, nomeada como o melhor game de RPG de 2016. Ele não é tão caro hoje em dia e está disponível em todas as plataformas e consoles, então há muita chance de você conseguir jogar.

MMO – Massively Multiplayer Online

De maneira simples, sua tradução é jogo multijogador massivo online. Ou seja, é capaz de juntar grandes quantidades de jogadores ao mesmo tempo. O MMO oferece uma experiência significativa, pois o mundo de certos games podem possuir milhares, senão milhões de jogadores em tempo real.

Assim como os RPGs, você pode ver o mundo em primeira, terceira pessoa, ou um pouco mais acima. Os MMO também são misturas de elementos de RPG, criando o termo mais conhecido como MMORPG. Além disso, a sigla significa basicamente um jogo massivo de jogadores online em que características de personagens, além de sistemas e narrativas do RPGs estão incluídos.

Aqui as coisas podem começar a ficar um pouco mais complicadas, por isso separamos as principais diferenças entre MMORPGs e MMOs.

Nem todos os MMORPGs são MMOs, e nem todos os MMOs são RPGs

É possível usarmos como exemplo o e-game Audition, um jogo de celular que tem como objetivo ser o(a) melhor dançarino(a). Nele, você pode competir contra outros jogadores em batalhas para subir de nível e subir ranks. Até aí o game é um MMO. Então aqui está a razão pela qual Audition não pode ser considerado um MMORPG.

Em suma ele não é um RPG porque o jogo não ocorre em um lugar ficcional. Você é representado por um avatar, mas tudo é feito para parecer que é como a vida real.

Um exemplo de MMORPG pode ser o pai de todos os e-games do gênero World of Warcraft. No e-game conhecido como WoW, você cria um personagem de outro mundo e luta contra seres místicos. As lutas podem ocorrer com amigos ou estranhos, todos no mundo imaginário de Azeroth. Seria essa combinação de personagens e mundos ficcionais que o torna um exemplo perfeito de um MMORPG.

Então, basicamente, se você não sabe ao certo quando um jogo é MMO ou MMORPG, apenas pergunte-se: o jogo acontece em algum cenário da vida real ou acontece em uma “terra de fantasia?”. Se for a última, é mais provável que seja MMORPG.

MOBA – Multiplayer Online Battle Arena

De início, quando falamos de um MOBA  queremos dizer que é um e-game derena de batalha multijogador online, ou “multiplayer online battle arena”. Você controla apenas um personagem em uma de duas equipes, e o objetivo é destruir a estrutura principal do time inimigo. Com a assistência de minions controlados por inteligência artificial durante os caminhos do mapa, os heróis e campeões que podem ser escolhidos tem uma larga variedade de habilidades e vantagens a sua disposição (todas que podem ser cruciais para ganhar um jogo).

O sucesso nos e-games de MOBA se trata principalmente de ter o tempo perfeito para executar uma ação, ou timing, e estratégia. Assim, escolha um personagem com as habilidades certas para usá-las no momento certo. Enquanto a partida se desenrola, seu personagem sobe de nível, liberando mais habilidades e novas combinações de itens que servem para destruir a fortaleza do inimigo. O trabalho em equipe é essencial para a vitória na partida.

Os seguintes games são exemplos de MOBA:

  1. Dota 2
  2. League of Legends
  3. Smite

Os dois primeiros são mundialmente conhecidos e você já deve ter ouvido falar. Porém, Smite se provou um jogo acessível e tem cenário competitivo nos e-sports.

RTS – Real time strategy ou estratégia em tempo real

Os games RTS são similares aos MOBAs em certos aspectos. No entanto, existem algumas diferenças determinantes também. Sua principal característica é se tratar de ser um jogo de estratégia em tempo real no qual você conquista território inimigo por meio da gestão estratégica de recursos, além de executar ações de  engenharia de guerra em grande escala.

Esses e-games de RTS são sobre construir exércitos mantendo uma economia e criando defesas perfeitas para proteger seu domínio contra as tropas inimigas, e os mapas podem ser enormes. Aqui os jogadores não controlam apenas um personagem, cada decisão tem um papel importante na sociedade que ele comanda. As ações no game são pensadas muito mais em questões de guerras entre planetas, nações e impérios.

Os exemplos mais notáveis de RTS são:

  1. Warcraft 3: Reign of Chaos
  2. Age of Empires
  3. Rise of Nations

Já sabe identificar?

Esperamos que agora você seja capaz de diferenciar e identificar um e-game pelo seu tipo ou gênero.

No entanto, cada vez mais os estúdios de desenvolvimento de games buscam juntar o máximo de estilos de jogo em um só. O game Destiny é um exemplo por si só, pois é um tipo de FPS com elementos de RPG. Há também o Borderlands, com sua ação FPS e sistema de inventário como dos RPGs. Outro exemplo é Rocket League, que segue as regras básicas do futebol, mas troca os jogadores humanos por carros de corrida.

É um simples, mas bom exemplo de como games podem ser híbridos e muito bons se desenvolvidos corretamente. Por fim, esses foram os tipos de e-games mais conhecidos e jogados ao redor do globo. Eles movem grandes comunidades e competições milionárias que acontecem periodicamente.

 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.