Como funciona o simulador do FIES?

Maria Vitória
Colaborador do Hora Da Facul

Foto: retirada do Google Fotos

Cursar o ensino superior e se inserir no mercado de trabalho é uma das coisas que faz parte da vida de muitos jovens hoje em dia. 

Entretanto, nem todo mundo consegue fazer essa jornada sem ser contemplado por um financiamento estudantil como é o caso do FIES.

Por isso, no artigo de hoje traremos um panorama do que é o FIES e como você pode realizar a sua simulação nele.

Então, entenda de uma vez por todas como ingressar na faculdade que tanto deseja. Acompanhe.

O que é o FIES?

O FIES é o Fundo de Financiamento Estudantil.

Ou seja, um programa do Ministério da Educação (MEC) que ajuda universitários de baixa renda a pagar as mensalidades de cursos presenciais em faculdades privadas.

Quem pode se inscrever no FIES?

Para participar do processo seletivo do FIES, é necessário obedecer aos seguintes critérios:

  • Obter pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação de qualquer edição do Enem a partir de 2010;
  • Possuir renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa.

Em contrapartida, existem alguns casos impossibilitados de participar do programa que se dá quando o estudante:

  • Estiver com a matrícula trancada;
  • Já tiver sido beneficiado com o financiamento do FIES anteriormente;
  • Estiver inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE / CREDUC);
  • Seja beneficiário de bolsa integral do ProUni;
  • Seja beneficiário de bolsa parcial do ProUni em outro curso que não o da inscrição do FIES.

Quando ocorre o FIES?

O FIES geralmente ocorre duas vezes por ano, no início do primeiro semestre e no início do segundo semestre.

Como fazer a inscrição para o FIES?

As inscrições são realizadas exclusivamente pela internet, por meio do Sistema Informatizado do FIES.

A seguir mostraremos o passo a passo de como você pode se inscrever e o que fazer caso seja selecionado:

Inscrição no Sistema de Seleção do FIES

No primeiro acesso, o estudante deverá informar seu CPF, data de nascimento, um endereço de e-mail válido e cadastrar uma senha que será utilizada para acessar o sistema.

Após informar os dados necessários, uma mensagem será enviada para o e-mail indicado para validar o cadastro.

Com o cadastro realizado, será possível acessar a página de inscrição no FIES Seleção, submetendo dados pessoais, do curso e da instituição em que disputará a vaga.

Inscrição no SisFIES 

Se for pré-selecionado, o candidato deverá acessar o SisFIES, no prazo informado para aquela edição, informando os dados do financiamento que deseja contratar.

Validação das informações

Após submeter seus dados no SisFIES, o estudante tem um prazo para se dirigir até a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA).

Isto é, a instituição de ensino onde conseguiu o benefício e validar as informações, apresentando os documentos necessários.

Contratação do financiamento

Após validar as informações na CPSA, o estudante e o fiador deverão comparecer a um agente financeiro do FIES (Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal).

O programa define um prazo-limite para fazer assinar o contrato do financiamento. Então fique atento.

É necessário ter fiador para aderir ao FIES?

Para contratar o financiamento é necessário sim, ter um fiador, exceto nos seguintes casos:

  • Bolsistas parciais do ProUni
  • Alunos matriculados em cursos de licenciatura
  • Alunos com renda familiar bruta mensal de até 1,5 salários mínimos por pessoa

Como o pagamento do FIES funciona?

Durante o período em que estiver matriculado no curso, o estudante paga uma parcela trimestral referente aos juros do financiamento. 

Esse esquema continua também durante o prazo de carência (que dura alguns meses após a formatura). 

Passado o prazo de carência, a dívida é parcelada e pode ser estendida por vários anos.

Como é o simulador do FIES?

Agora que pôde entender como funciona o financiamento estudantil.

É hora de saber como realizar a sua simulação para ficar mais seguro na hora de realizar a sua inscrição.

Para isso, basta seguir exatamente os seguintes passos:

  • entre no site de um simulador: os mais acessados são o SisFies e o Caixa Econômica Federal.
  • indique o semestre em que começará o financiamento: por exemplo, se irá iniciar no primeiro semestre de 2022, selecione essa data;
  • informe a quantidade de semestres do curso e quantos foram concluídos: o financiamento serve tanto para quem já começou quanto para quem iniciará a graduação;
  • indique o percentual desejado para o financiamento: no novo Fies, ele é de, no mínimo, 50%;
  • diga se você já usufrui de algum tipo de bolsa: se você é bolsista do Prouni, deve fornecer essa informação;
  • informe o valor atual da mensalidade do curso: é o total a ser pago mensalmente por você. Se já tiver desconto com bolsa, esse valor deve ser deduzido;
  • escolha a data de assinatura do contrato: alguns simuladores a pedem. Ela é necessária para o cálculo dos juros;
  • selecione o melhor dia para o vencimento: você tem quatro opções de data sendo dia 5, 10, 15 ou 20 de cada mês;
  • veja, com atenção, os valores informados: após clicar em “continuar”, o site informará, de forma ilustrativa, a quantia a ser paga e seus devidos juros.

3 regras do financiamento estudantil

Algumas regras bem importantes para realmente dar tudo certo com o financiamento, pois ele é divido em três fases:

Utilização

Prazo contado a partir do primeiro mês em que você assina o contrato do Fies até o último mês.

Durante esse período, é preciso pagar, no máximo, até R$ 150 a cada três meses, o valor referente a uma parte dos juros.

Carência

Fase após terminada a graduação, em que se espera que o estudante consiga um emprego que possa quitar as parcelas.

O programa estipula o prazo máximo de 18 meses. Ainda durante esse período, é necessário pagar o mesmo valor máximo de até R$ 150 a cada três meses.

Amortização

Assim que o estudante consegue o emprego e começa a pagar as parcelas, inicia-se esse prazo.

Ele pode durar até três vezes a duração do curso.

Dicas úteis que vão te ajudar no seu financiamento 

Agora que este artigo está chegando ao fim temos certeza que possui muito mais clareza a respeito do FIES.

Do mesmo modo, que ficará muito mais fácil entrar na faculdade que tanto deseja.

Entretanto, antes que isso aconteça, separamos algumas dicas úteis para dar tudo certo para você.

Por isso, se atente a elas após fazer a sua simulação do FIES. 

Leia o contrato antes de assinar

Antes de tudo, é extremamente importante que leia e releia o contrato caso seja aprovado diversas vezes antes de assiná-lo. 

Essa é uma medida de segurança que poderá evitar uma baita dor de cabeça futuramente. 

Faça um planejamento financeiro

Antes de tudo, é importante que se planeje financeiramente antes mesmo do curso acabar.

Isso irá lhe ajudar a não ficar desesperado posteriormente e sem saber o que fazer para honrar com o seu contrato.

Lembre-se que, além do valor a ser pago depois que o curso acabar, ainda existe a obrigatoriedade das parcelas de até cento e cinquenta reais a cada três meses.

Opte por uma faculdade de qualidade

Em conclusão, para se inserir no mercado de trabalho com mais preparo, fazer a escolha certa da faculdade que irá cursar deve ser sua prioridade.

Sendo assim, não deixe para a última hora quando for fazer a sua escolha, pesquise bastante e faça comparações que se enquadram na sua realidade.

Então, aqui no Hora da Facul estamos sempre trazendo artigos relevantes como esse que podem lhe ajudar a fazer a sua melhor escolha.

Por último, não deixe de ler um de nossos conteúdos que explicam como funcionam os juros do FIES.

 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.