Entenda a relação da Fisioterapia Esportiva e as Olímpiadas de Tóquio 2020

Ana Paula Schuster
Colaborador do Hora Da Facul

Depois das Olimpíadas de Tóquio 2020, a Fisioterapia Esportiva ganhou uma importância ainda maior. As pessoas discutiram mais sobre essa área, mas, muito precisa ser esclarecido. Então, confira um guia completo sobre essa profissão.

O que é a Fisioterapia Esportiva?

É um ramo da fisioterapia. Então, tem o foco na recuperação de atletas e pessoas que praticam exercícios físicos com muita frequência.

Com isso, o profissional da área cria formas de prevenir e cuidar das lesões causadas pelo esporte. Ainda mais quando se fala de desgaste dos músculos e das articulações.

O profissional trabalha junto com o atleta

Ele coloca o atleta de volta no esporte o mais rápido possível. Portanto, tem um trabalho diário e demanda muito esforço.

Confira, a seguir, o que a Fisioterapia Esportiva se propõe a realizar. Veja como isso pode ser complexo:

  • Desenvolve com o atleta todos os tratamentos;
  • Atua na prevenção de lesões e dores em pessoas que praticam muito exercício físico;
  • Trabalha na recuperação das lesões.

Nas Olimpíadas de Tóquio 2020 pode-se conhecer um pouco mais sobre a função desse profissional. O que é uma grande vantagem para quem quer seguir na área.

Como ela funciona?

Tudo acontece em torno de usar técnicas que vão auxiliar no bem-estar e no físico dos atletas. Aliás, ainda mais quando se fala de resistência muscular e força. Algumas pessoas acreditam que essa profissão só atende a uma faixa etária, mas isso não é verdade.

A Fisioterapia Esportiva aplica-se em todas as idades, sem problemas. Afinal, todo mundo precisa de cuidado ao longo da vida. Então, cuida-se de casos como:

  • Luxações e fraturas;
  • Entorse e lesões;
  • Tendinite.

Perceba o quão amplo é esse ramo e como pode ser importante para trazer bem-estar. Aliás, torna-se um complemento de outros tratamentos médicos. Então, é sempre essencial buscar alguém que entenda sobre o assunto para ajudá-lo.

Principais tratamentos da Fisioterapia Esportiva

Como são muitas lesões que essa área se dispõe a tratar, é normal que existam inúmeras técnicas envolvidas. Portanto, a seguir, você ficará por dentro de 9 das mais famosas.

A seguir, entenda qual a atuação de cada uma. Bem como, a área que trabalham. Afinal, isso pode ajudá-lo a definir se quer ou não ter esta carreira e o que deve fazer.

1 – Bandagens

Também chamadas bandagens terapêuticas, elas são importantes devido à sua prática e eficiência. Assim, esse tratamento indica-se nas mais diversas situações, por exemplo:

  • Prevenção de lesões e tendinites;
  • Instabilidade das articulações;
  • Contrações musculares.

2 – Eletromiografia

A Fisioterapia Esportiva considera esse tratamento como um tipo de exame. Então, com ele, identifica-se o tamanho do dano causado pela lesão no paciente ou atleta.

Isso acontece avaliando o grau de força muscular na região. Além disso, esse teste permite acompanhar a evolução do paciente.

3 – Estabilização na Fisioterapia Esportiva

São tidos como um conjunto de exercícios que focam na redução da dor. Os exercícios são capazes de ativar músculos. Mas, vale ressaltar que o profissional faz aplicação desses métodos sempre conforme a necessidade do atleta.

4 – Biofeedback de EMG

Hoje, essa é uma das técnicas mais aplicadas para mostrar a evolução do atleta na Fisioterapia Esportiva. Portanto, toda a superfície do músculo é coberta por eletrodos que vão gerar resultados auditivos e visuais.

Aliás, o segundo tratamento citado é o exame usado para a aplicação dessa técnica. Então, perceba como um elemento pode ajudar muito o atleta.

5 – Eletroterapia na Fisioterapia Esportiva

Ela consegue proporcionar uma série de benefícios aos pacientes. Assim, a cicatrização de lesões ainda é o mais interessante, em conjunto com a redução da dor. Hoje, a eletroterapia usa-se na fase aguda do problema.

Mesmo assim, em alguns casos também aplica-se na fase crônica. Para tal, o fisioterapeuta precisa mudar a frequência da corrente elétrica, sempre visando dar força ao músculo.

6 – Massoterapia

É comum encontrar pessoas que acreditam que a aplicação da massoterapia é sempre algo relaxante e suave. Mas, isso não condiz muito com a realidade, porque não se usa apenas com esse intuito.

Para falar a verdade, ela é essencial quando se reduz pontos de tensão. Além disso, torna-se muito eficiente para combater as contrações musculares.

7 – Terapia manual na Fisioterapia Esportiva

Nesse tipo de técnica usam-se as mãos e quase nenhum outro utensílio. Aliás, muitos especialistas chamam isso de fisioterapia manipulativa e sempre deixam claro do que se trata.

8 – Treino funcional

Esse termo já é bem conhecido, mas não dentro dessa área da Fisioterapia. Hoje, o treino funcional pode ser usado para tratar diversas condições musculares, articulares e esqueléticas.

Isso porque ele garante o fortalecimento dos músculos. Além disso, esse treino consegue dar ao atleta as seguintes vantagens:

  • Agilidade e equilíbrio;
  • Coordenação motora e potência muscular;
  • Resistência, mobilidade e força.

9 – A atuação

Com o que já foi mostrado aqui você já tem uma ideia clara da importância da Fisioterapia Esportiva. Isso quando se fala no tratamento de apenas um atleta. Agora, imagine isso em escala bem maior.

Foi o que aconteceu nas Olimpíadas de Tóquio 2020 de modo que cada competidor tinha sua equipe de fisioterapeutas. Todos atuando em conjunto e aplicando as mais diversas técnicas. Não é à toa que esse evento deu muita visibilidade para a profissão.

Vale lembrar que esta não é a única forma de atuação. Portanto, o aluno formado na área pode ainda exercer muitas atividades. Afinal, é um segmento que está em expansão e com muitas vagas no mercado.

Os benefícios da Fisioterapia Esportiva

A lista de vantagens que essa área oferece é enorme, então não ache que a recuperação de uma lesão é tudo. Portanto, veja a seguir alguns dos grandes benefícios desse ramo:

  • Permite levantar as principais condições desse tipo de Fisioterapia;
  • Promove atividades físicas com o intuito de cuidar da saúde;
  • Evita e combate lesões.

Foque na Fisioterapia Esportiva

Por fim, a Fisioterapia Esportiva não para de crescer de forma que o mercado está ainda mais promissor. Então, caso se identifique com a área, essa é uma boa opção para montar sua carreira de sucesso.

Não deixe de manter o foco nos estudos durante a graduação. Assim, você vai destacar em sua carreira e aumentar suas chances de conquistar o sucesso tão desejado.

Confira mais conteúdos sobre Fisioterapia no Hora da Facul clicando aqui.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.