Vestibular de Direito: tudo o que precisa saber

Tailane Paulino
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Foto: Oladimeji Ajegbile do Pexels

Já decidiu que quer entrar em uma faculdade de Direito, mas não sabe por onde começar ou o que estudar? Então é melhor se preparar, porque o vestibular de Direito, geralmente, é um dos mais concorridos nas instituições brasileiras.

Porém, antes de mais nada, é preciso saber o que é um vestibular. É um tipo de teste escrito realizado pelas instituições de ensino para testar as capacidades e competências dos candidatos. A avaliação é feita por meio de provas que consistem em múltipla escolha, redação e questões discursivas.

Vale destacar ainda que, tanto em faculdades privadas quanto nas públicas, ter uma boa nota na prova pode também garantir uma bolsa de estudos. O que oferece ao aluno um desconto considerável, para que todos consigam estudar.

Para conseguir uma boa nota nelas e, desse modo, garantir a tão sonhada aprovação no curso dos sonhos é necessário estudar bastante. Inclusive, o processo de preparação para o vestibular deve começar meses antes da prova, viu?

Mas não precisa ficar desesperado. Com determinação e disciplina você vai perceber que se preparar não é tão difícil quanto parece. Para ajudar você nesse caminho, nós do Hora da Facul separamos as melhores dicas para garantir sucesso no vestibular de Direito. Confere todas elas a seguir!

O que estudar para passar no vestibular de Direito?

De maneira geral, as provas de vestibular de Direito abordam assuntos que são vistos durante os três anos do ensino médio. Dito isso, espere ver as mais variadas questões das três principais ciências, que são as exatas, as humanas e biológicas.

Outra coisa que é sempre pedida nas provas é uma redação. Essa, inclusive, tem um grande peso na nota final. O que significa que fazer bonito na hora da redação garante uma alta pontuação e, consequentemente, a aprovação para entrar na faculdade.

Você pode estar pensando que estudar para o vestibular de Direito não é tão diferente de estudar para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. A verdade é que não é mesmo. Os dois testam conhecimentos adquiridos no ensino médio e possuem peso na hora de ingressar em um curso superior.

A seguir, nós separamos algumas coisas das áreas de conhecimento que costumam cair nos vestibulares e que você precisa começar a estudar se quiser passar na graduação em Direito. Veja!

Ciências humanas

Fazem parte da área das ciências humanas matérias como filosofia, português, geografia, história e literatura. Esse campo é ainda super importante para quem deseja se tornar um estudante de direito, até porque o curso superior é da área de humanas.

Por esse motivo, é importante estudar o conteúdo de todas elas. O que costuma cair nas provas é história e geografia do Brasil, história do mundo, especialmente das grandes guerras e literatura brasileira.

Interpretação de texto também é necessária e vai ser algo essencial para o futuro advogado ter durante a graduação. Fora isso, estude gramática, gêneros textuais e figuras de linguagem. Tudo isso aparece em várias questões das provas.

Ciências naturais

As ciências naturais, ou ciências da natureza, como química e biologia também têm um grande peso na nota final. Normalmente, as questões mais vistas são de genética, bioquímica e citologia.

As faculdades também pedem que o candidato a aluno tenha conhecimentos de química orgânica e inorgânica. É interessante dar uma olhada em livros ou outros conteúdos do ensino médio, para ver o que eles mais abordam.

Redação

Para fazer uma boa redação é necessário ter conhecimentos de gramática (afinal, ninguém quer uma redação com erros de português) e saber argumentar e defender as opiniões.

Vale destacar que as redações de vestibulares têm um peso considerável e costumam ser baseadas em temas da atualidade. Não se esqueça, o estudante de Direito precisará ler muitos materiais, então o quanto antes você se acostumar e criar um hábito, melhor.

Portanto, é recomendado que você não apenas estude as matérias exigidas, mas também leia noticiários. Por meio de portais jornalísticos você ficará por dentro do que está acontecendo no Brasil e no mundo e é preciso que o vestibulando tenha conhecimento sobre eles para que consiga argumentar

Saber como deixar a escrita coesa e concisa também é essencial. Dica: dar voltas para chegar ao assunto principal tem um efeito bem negativo com os avaliadores. Por isso, é importante ir direto ao ponto.

Ciências exatas

Não ignore a área das exatas. Você pode até achar que para um curso de humanas não é preciso saber sobre elas, mas isso não é verdade. Especialmente quando se trata da prova do vestibular, que serve para testar os conhecimentos gerais.

Coloque matemática e física na sua grade pessoal de estudos. Equações de segundo grau, funções, cálculos e estatísticas, além de óptica sempre caem nas provas e você não quer chegar lá despreparado.

Como montar uma rotina de estudos eficaz?

Você já descobriu o que precisa estudar para garantir que será aprovado no vestibular de Direito, agora é a hora de saber qual é a melhor forma de fazer isso. Porque sim, existe uma forma mais eficaz de aprender e ela é: criando uma rotina de estudos.

Uma rotina ou plano de estudos é uma maneira de aproveitar melhor seus estudos e ter um controle do que está fazendo. Para criar uma é preciso, por meio de uma planilha ou um cronograma, listar todas as matérias que precisa estudar e quanto tempo de estudo você tem disponível para se dedicar a elas.

Essa etapa de planejamento é essencial, pois como o volume de matérias e conteúdo é amplo, se você não tiver uma boa estratégia poderá ficar confuso ou sobrecarregado.

Uma dica é buscar identificar quais matérias você tem mais dificuldade e quais costumam ter um peso maior no vestibular. Com isso, é possível focar no que é mais importante naquele momento e evitar desperdício de tempo.

Outro ponto essencial é criar uma rotina. Quando bem definida, isso facilita tanto os estudos quanto a motivação. Isso porque, quando você estipula um horário para sentar e estudar todos os dias, a sua mente começa a se acostumar com aquele hábito. Quase como uma memória muscular.

É possível fazer isso no papel, com um simples calendário ou utilizando algum tipo de aplicativo. Esse último é ótimo, pois dá a opção de colocar lembretes e alarmes.

Também pare e pense em metas para serem definidas. Isso ajuda na motivação, já que você consegue perceber uma evolução durante o processo. Você pode colocar metas simples, como entender um conceito complicado ou tirar uma boa nota em um simulado. Apenas nunca estipule metas impossíveis de se alcançar.

Outras dicas para garantir a aprovação

Saber o que e como estudar já deixa você bem mais próximo de ser aprovado no vestibular de Direito. Porém, existem outras coisas que dão para se fazer e que facilitam muito a vida de qualquer vestibulando.

A primeira é ter disciplina para evitar a procrastinação. Estabeleceu um plano de estudos? Então cumpra com ele. Todos os dias sem falta. Utilizar técnicas de gestão de tempo, como a Pomodoro, que define ciclos de trabalho e de descanso.

Ela é ótima porque ao ter ciclos definidos que levam em consideração que nós não conseguimos manter um foco intenso por muito tempo, é possível melhorar a qualidade e frequência dos nossos estudos.

Outra dica de ouro é praticar. Escreva redações, procure provas de vestibulares de Direito anteriores e tente resolver as questões sem colar e simulados. Fazer isso ajudará a descobrir quais são os seus pontos fracos e fortes para poder ajustar o seu cronograma de acordo.

É interessante também ler os editais dos vestibulares, uma vez que por eles você consegue ver qual será o formato da prova e quais as disciplinas que serão cobradas.

É importante se esforçar, mas saber a hora de descansar também é essencial. Até porque, se preparar para provas longas e intensas pode exigir bastante, tanto da mente quanto do corpo. Por isso, não esqueça de separar intervalos de descanso para arejar a mente.

Um período de descanso não precisa ser necessariamente deitado na cama ou sentado no sofá. Ouvir uma música que goste, ver um episódio de uma série de comédia, praticar uma atividade física ou até conversar com um amigo podem ser cruciais para que você equilibre os seus ânimos.

Nada de virar várias noites acordados, viu? A falta de sono causa desatenção e prejudica imensamente a retenção dos conhecimentos pelo cérebro.

O que fazer no dia da prova do vestibular de Direito?

Você arregaçou as mangas, se dedicou e estudou tudo o que planejava, e o dia tão esperado da prova do vestibular de Direito chegou. E agora? É natural que você fique meio nervoso ou até questione se está realmente preparado, mas tente se acalmar. Respire fundo e confie nas suas habilidades, agora não é hora para questionamentos e sim para ação!

Em primeiro lugar, garanta uma boa noite de sono antes da prova. Existem várias questões que servem para confundir o vestibulando e é preciso estar com a mente afiada para não acabar caindo nelas.

Ainda no dia anterior, agende lembretes para evitar esquecer de levar alguma coisa. Faça uma lista com tudo que pretende levar e já deixe tudo separado com antecedência.

É importante nunca esquecer de levar caneta azul ou preta (dependendo do regulamento da instituição escolhida), lápis e borracha. Não se esqueça de também conferir se os materiais estão funcionando e em bom estado. Mas caso perceba no meio do caminho que os deixou em casa não se preocupe, geralmente nas portas das faculdades estarão vendedores ambulantes com esses materiais à venda.

Deixe os documentos de identificação já separados no dia anterior e sempre confira tudo antes de sair de casa. Confira também o endereço onde a prova será aplicada. Pode parecer um detalhe pequeno, mas muitas pessoas se atrapalham no vestibular quando o assunto é simplesmente chegar no lugar na hora.

Por isso, considere não apenas o tempo que o trajeto terá, mas também o tempo que você poderá precisar a mais, seja por imprevistos ou pela dificuldade de encontrar o local. Além disso, garanta que você vai chegar cedo ao local.

Por fim, se alimente bem e leve na bolsa um lanche leve. Isso vai ajudar a repor as energias perdidas durante a prova.

Como se inscrever no vestibular de Direito?

Cada instituição realiza seu próprio vestibular de Direito, e possui suas próprias questões e regras. Por isso, você deve acessar o site da instituição desejada e buscar quando serão abertas as inscrições para o vestibular desejado e como será a prova.

Mas o processo para algumas faculdades é bem parecido e super fácil. Isso ocorre, por exemplo, nas faculdades Anhanguera, Pitágoras e Unopar, que oferecem ótimos cursos de Direito e nas quais é possível fazer tanto a inscrição quanto a própria prova do vestibular totalmente online.

Para ajudar você, clicando no botão Inscreva-se, no nosso site, você você já consegue fazer esse processo em várias instituições de maneira fácil e rápida. Confere a seguir um pequeno guia que nós preparamos para te ensinar!

  • Digite o curso desejado na área de pesquisa do google
  • Escolha a faculdade (ou deixe o campo vazio caso queira ver todas as opções)
  • Escolha a modalidade do curso (no caso da graduação em Direito é apenas presencial)
  • Em seguida clique em Buscar opções de cursos
  • Escolha o curso desejado e clique em Eu quero
  • Escolha o período das aulas (Matutino ou noturno)
  • Pronto! Agora é só clicar em Fazer minha inscrição e criar o seu cadastro

Na hora do cadastro é preciso colocar os dados pessoais e de contato e escolher o tipo de vestibular ou outra forma de ingresso no curso e pronto! Basta aguardar a confirmação e se preparar para o dia da prova.

Foto: Artem Podrez do Pexels

Quais as formas de ingressar na graduação?

Deu para perceber a importância de estar bem preparado para fazer o vestibular do curso de Direito, não é mesmo? No entanto, é necessário também ter uma noção de que existem alguns tipos de vestibulares disponíveis. Cada um tem suas próprias características e possuem o mesmo nível de importância. Descubra mais sobre!

Vestibular tradicional

O vestibular tradicional ainda é um dos mais comuns. Nele, os vestibulandos recebem um dia e horário marcado para fazer a prova e precisam comparecer na instituição de ensino.

O teste é realizado com todos os outros candidatos que optaram por essa modalidade e os resultados são divulgados após as correções.

Vestibular online

Algumas instituições oferecem um tipo de vestibular para quem não tem disponibilidade para comparecer na faculdade no dia da prova tradicional, que é a fazer a versão online.

No vestibular online de Direito, por exemplo, o candidato faz a prova do conforto da sua casa. Ele tem, normalmente, 60 minutos e cinco tentativas para finalizar tudo e precisa apenas de um aparelho com conexão à internet.

O tempo de espera pelos resultados é pequeno, geralmente de quatro dias, e após a aprovação é necessário apenas finalizar a matrícula e se preparar para ser um calouro.

Vestibular agendado

Uma opção para quem quer fazer a prova de maneira presencial, mas não tem disponibilidade para ir no dia marcado na modalidade tradicional, é prestar o vestibular agendado de Direito. Nele, o estudante pode escolher o dia e hora para fazer o teste.

Ingressar usando a nota do Enem

Por último, um jeito que não é vestibular, mas que também precisa de preparação é escolher entrar no curso usando a nota que tirou no Enem. Esse processo de avaliação, que usa a pontuação do exame para verificar os conhecimentos, já é oferecido por várias instituições, principalmente pela praticidade.

Todas as dicas de estudo que você pode conferir neste artigo também servem para se preparar para essa modalidade. Uma das vantagens de entrar com a nota do Enem é que muitas faculdades oferecem bolsas de estudos para quem foi bem na prova.

Como saber se uma faculdade de Direito é boa?

Você viu como se preparar para garantir a aprovação no vestibular do curso de Direito é importante. Porém, também é preciso pesquisar bastante na hora de escolher uma boa faculdade para estudar e analisar com cuidado todas as opções.

A melhor maneira de verificar se a instituição é série é conferir se ela possui reconhecimento do Ministério da Educação (MEC). Esse reconhecimento é o que garante que o diploma que você irá receber no final dos estudos será válido no Brasil inteiro.

Dar uma olhada na nota que a faculdade tirou no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) promove uma ideia geral da qualidade do curso escolhido.

Conversar com alunos e ex-alunos também é uma ótima atitude. Assim você consegue avaliar a reputação do local, conhecer mais sobre a estrutura da unidade e também sobre os professores.

A gente sabe que isso é bastante coisa para se levar em consideração e para te ajudar separamos três instituições com cursos reconhecidos e bem avaliados na área. Elas são:

  • Unopar
  • Anhanguera
  • Pitágoras

Como é o curso de Direito?

De nada adianta se preparar por meses para passar no vestibular e não saber como é o curso. No caso, a graduação em Direito dura cinco anos e é dividida em 10 períodos, totalizando cerca de 3.700 horas. Ela é oferecida na modalidade presencial.

Nele, o estudante irá aprender a fazer muitas coisas. Só para exemplificar, algumas delas são: assessoria e consultoria jurídica, procuradoria e planejamento, controladoria e ainda auditoria, entre muitas outras.

Após formado, o formado em Direito pode atuar em vários setores. Tais como trabalhista, constitucional, administrativo, ambiental, bem como civil e penal. A grade curricular é pensada para capacitar o aluno a fazer tudo isso no futuro. Por isso, algumas disciplinas vistas ao longo do curso são:

  • Direito ambiental
  • Direito civil
  • Direito tributário
  • Filosofia e sociologia
  • Ética profissional
  • Direito penal
  • Direito internacional
  • Direito do trabalho
  • Direito processual
  • Direito constitucional

As matérias oferecidas, no entanto, mudam entre cada instituição ou podem ter outro nome. Por conta disso é sempre bom verificar na grade do local escolhido.

O curso de Direito ainda exige que os estudantes façam estágios supervisionados. Neles, os alunos podem aprender na prática como é o dia a dia de trabalho. Para finalizar, será necessário apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) no final, para conseguir o diploma.

Como é o mercado de trabalho para formados em Direito?

O mercado de trabalho para quem se forma em uma faculdade de Direito é bem grande e cheio de oportunidades. Isso, especialmente, por conta da variedade de áreas e locais em que esse tipo de profissional pode trabalhar. Uma vez que isso aumenta a necessidade por mão de obra qualificada.

Dito isso, há oportunidades de trabalhar por conta própria e abrir um escritório, trabalhar em empresas ou em escritórios que já estejam no mercado e até de prestar concursos públicos.

Além do mais, profissionais dedicados e apaixonados pelo que fazem sempre irão encontrar oportunidades de trabalho e de crescimento na carreira.

Como são os salários?

A remuneração está entre uma das principais coisas que atraem os estudantes para esse curso. O salário médio para um advogado no Brasil é de R$4.099,36, com uma carga horária de 44 horas semanais. Os salários máximos costumam ultrapassar os R$10 mil mensais.

Esse valor, no entanto, não é fixo e sofre muitas variações. Em primeiro lugar, porque não existe um salário mínimo estabelecido para a categoria no país, também chamado de piso.

Em segundo lugar, os salários mudam de acordo com o local em que o profissional trabalha (se é em empresa, escritório ou como autônomo), a área de atuação, tempo de experiência e até entre as regiões.

De maneira geral, a remuneração nas capitais costuma ser maior por conta do alto custo de vida e de uma maior demanda. Cargos públicos também costumam pagar mais, além de garantirem uma maior estabilidade na carreira.

Depois de ver este conteúdo sobre como passar no vestibular de Direito você se sente mais preparado para tentar essa graduação? Então aproveita e continua aqui no Hora da Facul. Nós temos uma seleção de posts, nos quais você vai aprender tudo o que precisa saber sobre o curso e entrar na faculdade totalmente preparado!

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 4.3 / 5. Contagem: 66

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.