O que o curso de Jornalismo proporciona ao estudante?

Marina Fernandes
Colaborador do Hora Da Facul

Crédito: Foto: George Milton

O curso de Jornalismo forma profissionais multifuncionais. Leia o texto para saber o que essa formação oferece aos estudantes.

Em tempos de redes sociais e internet, os profissionais da comunicação são cada vez mais requisitados. Isso porque praticamente tudo passa pela função de criação de conteúdo. No jornalismo, a maior parte dos materiais devem corresponder ao interesse público e ao mercado da informação.  Isso porque estes profissionais são aptos a executar as funções de investigação, produção e transformação dos materiais em notícia.

Em matéria recente publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, aponta-se que as transformações sociais da atualidade oferecem novos desafios aos jornalistas. Nesse caso, a qualidade de informação será um dos critérios mais determinantes.  Essa reflexão foi feita em virtude das contribuições do jornalismo para o fortalecimento do debate público e, sobretudo, na fiscalização das instituições democráticas.

Pensando na relevância desta profissão, esse material tem como objetivo oferecer um panorama de tudo que o curso de Jornalismo pode proporcionar aos seus estudantes. Acompanhe a leitura para ficar inteirado no assunto!

O que ensina o curso de Jornalismo

Em geral, o que se espera de um jornalista é que ele domine as técnicas objetivas e necessárias para a elaboração de um material informativo. Entretanto, essa função não é simples como parece. Ela exige comprometimento, criatividade, organização e muito mais. Por isso, a formação universitária serve como uma escola crítica de ensino de Jornalismo. Isso se reflete nas grades curriculares, que oferecem não apenas matérias práticas, mas disciplinas teóricas de natureza interdisciplinar.

No que diz respeito às disciplinas práticas, o curso de Jornalismo irá ensinar como aplicar determinadas técnicas que tornarão o trabalho destes estudantes mais profissionais. Como exemplo disso, temos o famoso “lead“, que corresponde à primeira e mais importante parte da notícia. Mas não pára por aí! Para que um material seja considerado bom, é preciso atentar-se para questões como a linguagem, gramática, manuseio de fontes oficiais e não oficiais, formato etc.

Além disso, sabe-se que o jornalismo impresso não é mais tão predominante quanto antigamente, Por isso, exige-se que os profissionais saibam lidar com formatos variados, a saber: audiovisual, infográficos, podcast e muito mais. Portanto, o jornalista deve apresentar um domínio mínimo de diferentes funções, que perpassam a edição, apuração, a escrita e até a direção.

Já nas disciplinas teóricas, todo o conteúdo está voltado para a formação crítica dos estudantes. Evidentemente, para trabalhar com comunicação é preciso conhecer a realidade do público a que se transmite a mensagem. Matérias como História, Sociologia e Filosofia serão responsáveis pela formação humana dos jornalistas. É somente através desse suporte teórico que os profissionais poderão atuar de maneira ética e a serviço do interesse público.

Matérias ministradas no curso de Jornalismo

O bacharelado em Jornalismo tem duração média de quatro anos. Por conta disso, muita coisa pode ser abordada durante a formação. Confira abaixo a lista das principais disciplinas oferecidas na grade curricular do curso:

  • Teorias da Comunicação
  • Estudos Culturais
  • Língua Portuguesa
  • Introdução ao Jornalismo
  • História do Brasil
  • Filosofia e Ética
  • Técnicas de redação
  • Fotojornalismo
  • Jornalismo Audiovisual

Essas são algumas das principais disciplinas ministradas no curso. No entanto, cada programa produz uma ementa própria, considerando a estrutura física da faculdade e as demandas específicas de seus estudantes. Assim, se você tiver interessado em ingressar em uma graduação em Jornalismo, mas ainda não sabe onde fazer, confira os portais das universidades Anhanguera, Pitágoras e Unopar. Lá você pode escolher se prefere cursar na modalidade online ou presencial, bem como conferir valores e outras questões relacionadas.

Competências do estudante de Jornalismo

Ao cursar uma graduação em Jornalismo, você desenvolverá as principais competências de um profissional comunicador. Desta forma, o curso deverá oferecer todos os elementos necessários para que o estudante seja capaz de atuar nos mais variados campos do mercado de trabalho.

Aqui, devemos lembrá-lo que, apesar do diploma de graduação em Jornalismo não ser obrigatório no Brasil, a maior parte das empresas não tem interesse em contratar profissionais sem formação profissional. Essa escolha é feita em virtude do leque de experiências que o estudante vivencia durante a formação. Evidentemente, um estudante formado possuí alguns diferenciais.

Além disso, o curso de Jornalismo ajudará sobretudo no que diz respeito à disciplina e organização. Não somente porque é preciso ter uma agenda bem estruturada para dar conta de todas as informações que se coleta, mas principalmente porque é preciso saber gerir o tempo das leituras que são exigidas no curso. Também, competências de ordem social serão lapidadas. Como o jornalista está em constante contato com fontes e outras pessoas, a sociabilidade será bastante estimulada. Se você se considera tímido, saiba que durante o curso isso tende a ser amenizado, tanto com a ajuda de técnicas de oralidade e desenvoltura quanto pelo inevitável convívio com pessoas não conhecidas.

Finalmente, as habilidades mais notórias de um profissional da área é a escrita impecável, a inteligência crítica e a criatividade. Após tanto tempo produzindo materiais diversos, o jornalista passa a executar suas atividades com maior naturalidade e facilidade. Isso o torna alguém muito proativo, experiente e agilizado.

Em outro material, comentamos de forma aprofundada especificamente sobre o tópico de competências dos jornalistas. Se você tem curiosidade sobre o assunto, vale a pena conferir clicando aqui.

Áreas de atuação do profissional jornalista

Agora que você já conhece melhor o curso e as competências exigidas de um jornalista, iremos apresentar as áreas de atuação mais comuns entre profissionais formados em Jornalismo. Acompanhe a lista a seguir:

  • Assessoria de Imprensa
  • Relações Públicas
  • Assessoria de Comunicação
  • Redação jornalística
  • Comunicação empresarial
  • Fotojornalismo
  • Audiovisual e televisão
  • Produção e edição
  • Redator web
  • Revisor de conteúdo

Essas são as áreas mais consolidadas atualmente. Entretanto, isso não significa que não exista outras possibilidades. Conforme explicamos no início do texto, muitas profissões novas são criadas hoje em dia. Independente de quais são essas profissões, a maior parte delas depende, em maior ou menos escala, de um fluxo de comunicação.

Vivemos na era digital, na qual a informação é transmitida continuamente e de modo instantâneo. Logo, toda geração de comunicadores tende a beneficiar-se dessa nova demanda de mercado. De qualquer modo, o importante é estudar e desenvolver sensibilidade para identificar as principais tendências que vão surgindo ao longo do tempo.

Esperamos ter oferecido um panorama útil do curso de Jornalismo. Está com dúvidas sobre qual curso escolher? Então acompanhe tudo relacionado ao vestibular em nosso site.

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.