40 dias para o Enem 2021: o que fazer agora?

Raiza Moreno
Colaboradora Raiza Moreno

Crédito: Crédito da Imagem: Canva.com

É isso mesmo: você piscou e novamente estamos aí, com mais um Exame Nacional do Ensino Médio pertinho no horizonte. Sem dúvida, a marca de 40 dias para o ENEM gera o questionamento: o que fazer agora?

Sabemos, inclusive, que desde o ano passado, com o início do período pandêmico, o MEC tem realizado ressalvas e mudanças sobre a aplicabilidade da prova. Então, todos esses fatores acabam por encaixar-se na nossa atenção perante a prova.

Mas, sejamos objetivos, faltando 40 dias para o ENEM 2021, o que tem de ser feito? Bem, caro estudante, nós coletamos alguns comportamentos e estratégias-chave para vestibulandos bem sucedidos – para além de muito estudo ao longo do ano, né?

Enem 2021: Selecionamos ótimas dicas para você ter um melhor desempenho na prova



Neste e-book você vai ver:
1. como funciona a prova do Enem;
2. como montar um cronograma eficaz;
3. o que estudar em cada área do conhecimento;
4. por que é importante se preparar mentalmente.

Agora, vamos dar a largada na contagem regressiva com a marca de 40 dias para o ENEM. Acompanhe a gente na leitura a seguir. Vamos lá!

Faça revisões

Antes de mais, o título deste tópico é um tanto autoexplicativo, não é mesmo? Mas, é importante que você compreenda o porquê de fazer revisões na reta final.

Nesta altura, os especialistas também conhecidos como vestibulandos dos anos anteriores, mostram o quanto pode ser prejudicial investir em novos conteúdos na reta final. E, há várias razões bastante contundentes para crer nessa dica. A primeira delas é evitar confusões e estafa mental. Receber novas informações podem gerar novas dúvidas e até frustrações, prejudicando o seu rendimento e confiança no momento da prova.

Ainda, outro ponto importante é: revisar. Neste momento, pode gerar mais ganhos do que elaborar um novo processo de aprendizagem. Ou seja, investir e dominar aquilo que você já conhece pode facilitar não só o seu desenvolvimento nas questões, como também aumenta a sua confiança. Só ponto alto!

Por fim, busque revisar de forma mais sucinta e objetiva. Então, pegar aquele resumão de 20 folhas com todo o conteúdo sobre Idade Média talvez não seja o mais indicado. Busque facilitar a chegada de informação ao seu cérebro por meio de mapas mentais, fichas coloridas e informações objetivas, como palavras-chave e tópicos curtos sobre quaisquer temas.

Estimule a sua mente de outras maneiras

Como mencionado no tópico anterior, construir novos processos de aprendizagem pode não ser uma boa ideia. Ainda mais considerando as formas tradicionais de estudo do vestibulando, como aulas expositivas e intermináveis listas de exercícios.

Nesse sentindo, se você quer continuar estudando e nutrindo a sua mente vestibulanda, mude a estratégia. Após quase dois anos de pandemia – que segue firme, aulas online e restrições na vida social, estimular e alimentar o seu corpo e mente com outros prazeres e maneiras de receber informação, pode ser muitíssimo benéfico não só na sua vida pessoal, como também na execução da sua prova, já que o ENEM exige repertório, atualidades e interdisciplinaridade.

Dessa maneira, beba água de outras fontes. Mantenha-se estudando, mas saia do óbvio e mergulhe em um universo de filmes, séries, vídeos, museus, podcasts e até páginas informativas em redes sociais. Assim, confira algumas dicas de tais fontes abaixo:

Podcast

  • Mamilos, da B9;
  • A terra é redonda, da Revista Piauí;
  • Pulso Latino;
  • Mano a Mano, do spotify.

Filmes e séries

  • Olga;
  • A Lei da Água;
  • O Professor Polvo;
  • Entre Rios;
  • A Batalha do Chile;
  • 12 anos de Escravidão;
  • Uma Noite de 12 Anos;
  • Zuzu Angel;
  • Peaky Blinders;
  • Sex Education;
  • Coringa;
  • Round 6.

Rede social

  • Canal do Descomplica no YouTube;
  • A página @brasilemmapas no Instagram.

Priorize a sua saúde mental

Faltam 40 dias para o ENEM e o melhor que você pode fazer é descansar. Isso mesmo. Descanse, priorize a sua saúde física e mental, faça coisas prazerosas, durma bem, alimente-se corretamente e divirta-se.

Nesse sentido, parece contraditório um site de vestibular e carreiras pedir que você descanse, mas isso é tão importante quanto executar uma boa prova. Todos os anos acontece o Exame Nacional do Ensino Médio e por consequência, você tem novas chances anualmente, não há razão de exceder os seus limites, pois de nenhuma forma, há garantia de que os excessos deêm bons frutos, muito pelo contrário.

Inclusive, há inúmeras matérias e artigos sobre o quanto o processo de estudo, tanto na escola quanto preparatório para o vestibular tem gerado estresse e estafa nos estudantes. Ainda, tamanha proporção de tais sensações físicas e mentais, acabam por acarretar em severos descompassos e até doenças psíquicas.

Também, há um recorte pandêmico que agrava todos estes fatores. O excesso de cobrança, estudo, cansaço e medo de adoecer ou contaminar terceiros, em simultâneo com o déficit descomunal de prazeres, sociabilidade e diversão geram depressão, ansiedade e a síndrome de burnout que, infelizmente, tem se tornado a cada dia mais popular.

Considerações finais

Por fim, contribuir para todas essas questões tão latentes excedendo o seu corpo e a sua mente, não é uma escolha sadia. Tampouco, contribui para bons resultados no vestibular – e na vida. Assim, priorizar a sua saúde mental é um comportamento que deve estar presente todos os dias da sua vida, mas em especial, na reta final que antecede a prova do ENEM, considerando ser um momento que naturalmente eleva o estresse. Descanse, vestibulando.

Esperamos que as nossas dicas tenham contribuído com os seus 40 dias para o ENEM. Mas, para além disso, contribuído para a sua edificação como sujeito ativo e estudante saudável.

Até logo!

Continue conosco e leia também: 10 passos para conquistar a aprovação no vestibular

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 2

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.