O que o curso de Psicologia proporciona ao estudante?

Bianca Araújo
Jornalista, escritora e amante de Marketing Digital. Graduada em Comunicação Social - Jornalismo, trabalhou na emissora REDETV! e hoje atua como redatora.

Crédito: Foto: Anna Shvets em Pexels.

A Psicologia está há cerca de 70 anos no Brasil ajudando pessoas de todas as idades a superar traumas e problemas emocionais. Muitos estudantes escolhem fazer o curso de Psicologia não somente pela empatia ao próximo, mas também pela autonomia em poder trabalhar em consultório próprio. Portanto, veja o que o curso de Psicologia proporciona ao estudante.

Se você acabou de encerrar o ensino médio e está estudando as faculdades e possíveis cursos que pode fazer, saiba que a Psicologia é uma opção com  muitas vantagens, pois se trata de um curso com grandes possibilidades de áreas de atuação, além de proporcionar experiências incríveis para os estudantes.

De antemão, é importante você saber que um psicólogo tem como principal função estudar a mente e o comportamento humano.  Ou seja, ele busca o entendimento do próximo, aprofundando-se nas suas mentes, mergulhando nos seus monstros inconscientes.  Com efeito de observar seus comportamentos e pensamentos, tais como suas reações, suas fantasias e até mesmo seus sonhos. Muitos anos atrás, essa prática poderia ser considerada bruxaria, hoje chamamos de ciência! 

Entretanto, apesar de a Psicologia ter grande base teórica, os métodos utilizados para esses profissionais exercerem seu trabalho com excelência são científicos. O psicólogo analisa a conduta individual e social para influenciar as pessoas de forma benéfica. De modo a lhes transmutar em indivíduos conscientes, oferecendo mais perspectiva de si mesmos e do ambiente onde vivem.

Portanto, fique conosco e veja o que o curso de Psicologia proporciona de tão incrível ao estudante! 

Disciplinas variadas

O curso de Psicologia é rico em disciplinas que moldam o estudante ao longo do curso. A intenção é transformá-lo em um profissional capaz de atender pessoas com problemas psicológicos diferentes. Por exemplo, traumas da infância, inseguranças do passado ou, até mesmo, doenças mentais mais severas, como o transtorno afetivo bipolar, esquizofrenia, demência e transtornos de desenvolvimento como o autismo. Essas disciplinas ajudam o estudante, assim, a se entender como ser humano e a lidar com os seus problemas de forma saudável. 

Para tanto, o estudante passa por um período na faculdade em que estuda disciplinas teóricas abordadas, até mesmo, durante o ensino médio. Tudo isso para compreender melhor como a mente humana funciona, os seus desejos, seus pensamentos e suas reações a partir deles. Disciplinas como Sociologia, Filosofia e História estão presentes nas grades dos graduandos em Psicologia. Isso porque, como falamos no princípio, o curso de Psicologia pode ser basicamente novo, mas assuntos da mente já eram estudados séculos atrás por grandes filósofos contemporâneos como Karl Marx e Friedrich Nietzsche. 

Atualmente, muitos cursos oferecem disciplinas teóricas de Filosofia e Sociologia nas faculdades. No entanto, a abordagem dessas matérias no curso de Psicologia é muito maior. E o motivo disso é obvio, a Psicologia estuda a mente humana. Ela analisa, observa e diagnostica pessoas para que essas tenham uma vida melhor e uma mente mais saudável. 

 

Empatia

Eu sei que isso pode ser uma coisa muito normal para nós, pois eu e você praticamos empatia desde que nascemos. Talvez a empatia esteja impregnada nas nossas células e espalhadas ao longo da nossa vida para que pensemos no lugar do próximo. Mas, infelizmente, isso não é uma realidade para todos. 

A palavra “empatia” significa colocar-se no lugar do outro. Compreendendo suas dores e tendo a capacidade de pensar como o outro e, portanto, entendendo suas reações. 

Poucas pessoas têm senso de empatia. Isso porque cada ser humano carrega um universo dentro de si mesmo, pois possuem seus próprios problemas para lidar. E isso não é uma coisa ruim, é legal termos o hábito de nos colocarmos em primeiro lugar. 

Em geral, os estudantes que escolhem cursar Psicologia já têm aquela empatia enraizada e o prazer de ajudar o próximo. Já algumas pessoas fazem o curso mais pelo fato de gostar de entender como o cérebro funciona e as emoções e pensamentos das pessoas. A questão é que o curso de Psicologia proporciona ao estudante esse despertar da empatia no seu interior. Pois o psicólogo trabalhará diariamente ouvindo problemas do próximo, estudando, analisando e aconselhando em alguns momentos. Vale a experiência! 

 

Valorização da sua saúde mental

Vivemos em um mundo agitado onde tudo é para ontem. Trabalhar, estudar, cuidar da família, levar os filhos à escola, chegar em casa fazer o jantar, exercícios físicos e, talvez, assistir um filme para relaxar. Essa é a rotina de muitos brasileiros. Mas você consegue realizar todas essas tarefas ao longo de 24 horas? Contando com, é claro, oito horas de sono diárias? Parece uma tarefa impossível, não é mesmo?

Somando isso ao fato de que toda pessoa precisaria se preocupar também com a saúde mental, ou seja, frequentar uma sessão de psicoterapia pelo menos uma vez na semana. Estar em constante equilíbrio com o sua mente e corpo, se percebendo e se condicionando. Isto é, não se deixando abater por crises de ansiedade, pânico ou pensamentos ruins. Isso parece muito complicado, não é mesmo?

O psicólogo estudou cinco anos para ensinar pessoas a lidar com suas mentes. Após um tempo, eles passam a valorizar a própria saúde mental como a dos outros, e isso é uma questão de lógica. Pois não cuidar da nossa mente, algumas vezes, pode custar caro.

Como minha psicóloga me disse uma vez, a terapia é ainda mais dolorosa do que a depressão porque ela te faz olhar o seus traumas e problemas de frente ao falar em voz alta. Reviver aqueles momentos e pensamentos que te machucam dói e muito. O curso de Psicologia traz uma nova perspectiva da vida, te fazendo valorizar quando sua mente está em paz. 

 

Conclusão

Uma das profissões mais difíceis atualmente possivelmente seja a Psicologia. Muitas pesquisas indicam que o cérebro humano é como uma máquina difícil de administrar. Cada pessoa possui seus sensos de honestidade, respeito e justiça diferentes, e isso amplifica drasticamente a conduta da Psicologia. 

O estudante que busca fazer este curso precisa ter em mente que uma das práticas da profissão é escutar. Portanto, observemos que o curso de Psicologia não somente forma profissionais para trabalhar atendendo pacientes. Também forma pessoas com uma cabeça e perspectivas muito a frente do nosso tempo. Forma pessoas com sentimentos humanistas, empáticas, inteligentes e capazes de ouvir sem julgamentos e sem pressionar. E isso é raro.

 

Gostou deste artigo? Leia agora: qual o objetivo de ir ao Psicólogo?

 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.