O que é Administração Hoteleira e como trabalhar na área

Gisele Henriques
MBA em Administração e Marketing, Pós Graduada em Jornalismo Esportivo, graduada em Licenciatura em Artes Visuais, Tecnologia em Marketing e Bacharelado em Administração, é graduanda de Direito e de Jornalismo.
1

Crédito: Foto de Elina Sazonova no Pexels

Importante setor na área de turismo e hospitalidade, a Administração Hoteleira é uma forma de gestão desafiante. Assim, agrega diversas competências ligadas à experiência do usuário.

Mesmo com a pandemia da Covid-19, o setor hoteleiro continua em crescimento e expansão, com alguns períodos de estagnação. Porém, ainda realizando adaptações e investindo em tecnologias para oferecer serviços com mais higiene e segurança.

Neste cenário, a área continua sendo uma boa oportunidade de empregos e negócios, com amplas ofertas de vagas para prestadores de serviços. Abaixo, compreenda mais sobre a Administração Hoteleira, seu potencial no país, as diferenças da Administração Hoteleira para a Administração de Empresas. Além disso, confira oportunidades de empregos no setor.

O que é Administração Hoteleira?

É o conjunto de ferramentas em gestão que auxiliam no planejamento, organização, direção e controle de todos os recursos existentes em um hotel ou em uma rede de hospedagem.

Por se tratar de uma prestação de serviço, a atividade é voltada para a experiência do usuário, usando recursos para a boa organização e higiene das instalações, segurança, e oferta de serviços adicionais, como de transporte, alimentação, bebidas e entretenimento.

Entre as atribuições básicas, estão a contratação e demissão de funcionários, elaboração de planos de negócio, gerenciamento de recursos, controle financeiro, manutenção e marketing.

Algumas das disciplinas específicas da Administração Hoteleira são: Organização Hoteleira, Dimensionamento e Organização do Turismo, Organização de Eventos, Alimentos e Bebidas, Sistema Uniforme de Contabilidade Hoteleira, Qualidade em Serviços na Hospitalidade, entre outras.

Comumente são utilizadas algumas ferramentas de gestão abordadas durante o Bacharelado em Administração, como Análise de Despesas e Investimentos, Análise SWOT, Ciclo PDCA, voltadas para a organização e monitoramento das etapas do trabalho.

Diferenças da Administração Hoteleira e Empresarial

A principal diferença entre a Administração de hotéis e a de empresas, é a natureza do negócio: enquanto a administração empresarial geralmente tem como foco a oferta e produção de produtos acabados e produção industrial, a Administração Hoteleira é focada na prestação de serviços de hospedagem e tudo que é necessário para a sua manutenção.

Por exemplo: o planejamento de divulgação em Administração Hoteleira se dá a partir do calendário anual de eventos em uma cidade, e tem seu direcionamento para feriados e datas festivas, onde a procura por viagens, lazer e hospedagem aumenta. Ou seja, quando a maioria dos setores está de recesso, a hotelaria está em plena atividade.

Preocupação com mercados locais, fenômenos climáticos, recessão econômica, restrições em viagens devido à pandemia, cancelamento de eventos com grande expectativa de público, estão entre os riscos da atividade, que pode sofrer oscilações e perdas financeiras em períodos problemáticos.

Sendo uma área com ampla atuação, pode passar a falsa impressão de lidar apenas com situações comuns de um dia a dia, como organização e limpeza dos ambientes.

Porém, a gestão hoteleira lida diretamente com departamentos variados (gastronomia, segurança, translado, recepção, higiene, controle de vagas) e finanças, mantendo o controle dos recursos financeiro, material e humano disponível.

Como se tornar um administrador hoteleiro

Para se tornar um administrador hoteleiro, o melhor caminho a seguir é a capacitação profissional, através de cursos de graduação e pós graduação.

A formação de Bacharelado em Administração ou Tecnólogo em Turismo são as mais desejadas pelos empregadores, que valorizam além disso, um currículo com cursos de capacitação de acordo com as principais demandas do estabelecimento.

Por exemplo: um hotel de uma grande cidade que receba constantemente visitantes do exterior pode preferir ter em seu quadro de funcionários profissionais fluentes em línguas estrangeiras.

Já um hotel de uma pequena cidade que priorize o seu restaurante, pode precisar de profissionais com formação adicional de cursos em gastronomia ou serviços de alimentação, para uma melhor compreensão de demandas como compra e estoque de produtos alimentícios.

Entre as competências e habilidades comumente necessárias para a vaga, estão exercício da liderança, orientação para o serviço, capacidade de trabalhar em equipe, de manter relações interpessoais, adaptação às mudanças, ter criatividade, boa comunicação, gerenciamento de qualidade, ter habilidades com ferramentas tecnológicas e financeiras.

Oportunidades de emprego

De acordo com dados do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web, a faixa salarial média do Administrador de Empresas de Hospedagem atualmente fica entre R$ 2.145,00 salário mediana da pesquisa e o teto salarial de R$ 7.814,39, no que R$ 2.912,33 é a média do piso salarial 2022 de acordos coletivos, considerando os profissionais contratados em regime CLT de todo o Brasil.

É possível encontrar boas ofertas de vagas em sites de empregos, tanto para grandes redes hoteleiras, como para médios e pequenos negócios.

A formação em Administração Hoteleira pode auxiliar em oportunidades em outros negócios ligados à hospitalidade, como motéis, pousadas, resorts, spas, acampamentos, alojamentos, hotéis, pequenas hospedarias, empresas turísticas e de gestão de estabelecimentos.

Além do cargo de gerente de hotel, é possível trabalhar como consultor operacional ou de áreas específicas, coordenador de vendas, supervisor, subgerente, oferecer serviços terceirizados de gestão de setores ou mesmo se tornar proprietário ou sócio de um estabelecimento, tornando-se também um empregador.

Vale a pena ser um administrador hoteleiro no Brasil?

De acordo com dados do Raio-x da hotelaria brasileira, em nosso país existem 173 redes de hotéis, o que indica um mercado extremamente competitivo e que contrata uma grande quantidade de profissionais.

Apesar do cenário atual ser restritivo e repleto de desafios, o Brasil tem um grande potencial turístico, com regiões inteiras de pequenas cidades do interior que possuem belezas naturais não exploradas, com possibilidades do nascimento de polos turísticos no futuro.

Além disso, compromissos empresariais em grandes cidades e capitais, ofertas de vagas em campus universitários, concursos públicos, e até mesmo por motivos religiosos, fazem com que pessoas se desloquem em viagens de curta duração, o que aumenta as chances de hospedagens de hotéis.

Mesmo os serviços de hospedagem domiciliar anunciados em aplicativos não conseguem suprir a demanda do mercado hoteleiro, e por sua vez, visando crescimento, podem contratar administradores hoteleiros.

Portanto, um investimento em capacitação profissional visando empregos na área pode ser uma boa forma de aproveitar oportunidades e se consolidar no setor.

Quer entender mais sobre Graduação em Administração? Confira algumas matérias interessantes:

Como o curso de Administração pode ajudar a empreender

Conheças as diferenças entre presencial, semipresencial e EaD

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 5 / 5. Contagem: 1

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.