Qual a média salarial de um profissional de Rede de Computadores?

Ana Cláudia Andrade Oliveira
Formada em Letras, Pedagogia, especialista em Neurociências e em produção de conteúdo Web.

Crédito: Foto de ThisIsEngineering no Pexels.

Atualmente, uma carreira como profissional de Rede de Computadores é o objetivo de muitos jovens interessados em informação e tecnologia. Por sua vez, é uma profissão que vem se destacando com a inserção objetiva no mercado de trabalho. 

Desde já, com o mercado em constante crescimento e através das demandas irrefreáveis da sociedade moderna, o campo tecnológico não é apenas uma promessa para o futuro. Pelo contrário, trata-se de uma necessidade do agora. Com a urgência da necessidade de profissionais atuantes, o mercado enfrenta problemas para encontrar indivíduos qualificados.

Os profissionais que desejam exercer esta função podem se formar como técnico em rede de computadores. Esse é um curso de nível médio, com duração aproximada de dois anos. É a melhor opção para aqueles que buscam inserção imediata no mercado com formação focada na parte prática. Também é possível optar pelo tecnólogo, de nível superior, com duração aproximada de três anos.   

O portal Quero Bolsa explica que, enquanto o técnico atua operacionalmente na implantação de sistemas de comunicação de dados, o tecnólogo possui competências técnicas e habilidades em gestão de redes corporativas.

Quanto ganha o profissional de Rede de Computadores?

À primeira vista, como em qualquer outra carreira, o salário de um profissional depende do seu nível de formação, experiência e qualificação. E, claro, neste caso não é diferente. Por ser uma carreira na qual é possível atuar com uma formação técnica ou superior como tecnólogo, o que entra em questão aqui é a particularidade e a área de atuação de cada profissional.

De acordo com o portal Vagas, o profissional iniciante na carreira de técnico pode ganhar primordialmente R$1.603,00 de salário, podendo ascender e passar a ganhar até R$2.365,00.

Uma pesquisa do Salario.com.br, juntamente com dados oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web, constatou que a faixa salarial do tecnólogo desta área fica entre R$4.773,40. O teto salarial (correspondente aos maiores salários do cargo) é de R$11.957,72, enquanto o piso salarial (correspondente aos menores salários do cargo) é de R$4.356,63.

Além disso, de acordo com o site, São Paulo é o estado que concentra a maior média salarial para o tecnólogo em Redes de Computadores, com uma média de R$5.829,27. O estado também é o lugar com mais vagas, oportunidades e contratações do país.

O mercado em busca de profissionais de Rede de Computadores

Como já dito, a tecnologia é uma área sem a qual a sociedade não vive mais. Dessa forma, o mercado tem plena consciência dessa necessidade e de quão promissor é o campo da Computação e Tecnologia da Informação (TI).

Assim, as maiores empresas e instituições privadas prezam e buscam pelo profissional responsável pela rede de computadores. Porém, essa busca não possui o foco apenas na inovação e no crescimento. Muitas instituições, empresas e marcas, por exemplo, ainda não otimizaram suas redes e precisam desse avanço em suas tecnologias. 

Logo, este mercado, no geral, anda promissor e vasto. Vale ressaltar novamente: a busca por profissionais qualificados é alta, o que gera uma grande taxa de empregabilidade. Além disso, a área da tecnologia demonstra notável estabilidade no mercado, mesmo diante das crises. Assim, se você se interessa de fato pela área da tecnologia, informação e exatas, esta é uma excelente oportunidade de carreira.

Salários conforme a especialidade

Ainda de acordo com o portal Salario.com.br, há diversos segmentos no mercado para o indivíduo especializado em rede de computadores. Esses segmentos possuem uma média salarial variável, mas mesmo assim valem muito a pena. Veja alguns exemplos: 

  • Consultoria em tecnologia da informação – R$3.898,22
  • Suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação – R$5.506,81
  • Desenvolvimento de programas de computador e software em geral – R$4.997,61
  • Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não-customizáveis – R$2.547,03
  • Serviços de comunicação multimídia – R$2.060,88
  • Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis – R$3.794,51
  • Provedores de acesso às redes de comunicações – R$2.650,36
  • Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios – R$9.708,45
  • Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática – R$4.058,00
  • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo – R$6.038,62

O que faz o profissional de Rede de Computadores?

A princípio, de acordo com definição dada pelo Educa Mais Brasil, o profissional que segue a carreira de Redes de Computadores está voltado ao desenvolvimento e implantação de sistemas informatizados. Atua dimensionando requisitos e funcionalidades do sistema, especificando sua arquitetura, escolhendo ferramentas de desenvolvimento, especificando programas e codificando aplicativos.

Diante disso, dependendo da formação – nível médio ou superior – o profissional pode se deparar com diferentes funções em seu campo de atuação. O mesmo pode se tornar responsável pelo desenvolvimento pleno de sistemas de informação em sua totalidade, por codificar aplicativos e programas, implementar projetos de rede e pelas diversas outras funcionalidades.

Além disso, em muitos casos esse profissional precisará dar suporte e treinamento para usuários e clientes, precisando, assim, ter uma habilidade ímpar de diálogo. Também é necessário ao profissional de rede de computadores estar sempre atento à segurança e normas de sua área.

Ao contrário do que se pensa ao escolher uma carreira no campo das exatas, esperando apenas números e impessoalidade, neste caso é necessário possuir, também, habilidades de organização, gerenciamento e liderança. Além disso, boa capacidade analítica e de raciocínio, pois, existem situações adversas que podem ocorrer no local de trabalho.

Mas fique aliviado: o raciocínio lógico, implementação de projetos de TI, linguagem de programação e, principalmente, a análise de diversos âmbitos diferentes, permanecem como o foco da carreira do profissional de Rede de Computadores.

Está na fase de escolher a sua carreira e ainda tem dúvidas sobre a real necessidade de fazer um curso superior? Não deixe de conferir nosso artigo especial sobre a importância do diploma do ensino superior. 

O quão útil foi esta matéria?

Clique na estrela para avaliar!

Avaliação média 0 / 5. Contagem: 0

Ainda sem avaliações! Seja o primeiro a avaliar.